PUBLICIDADE

sa√ļde

Intestino: o primeiro pilar para uma vida saud√°vel

Muitas vezes, quando as pessoas querem ter uma vida mais saudável, elas começam pela alimentação e controle de peso, mas esquecem de verificar uma parte muito importante do organismo: o intestino.

O m√©dico Dr. Barakat, explica o porqu√™ da import√Ęncia desse √≥rg√£o do corpo humano, normalmente esquecido pelas pessoas. ‚ÄúMais do que comemos, somos aquilo que absorvemos. O intestino √© respons√°vel pelo aproveitamento dos nutrientes que ingerimos‚ÄĚ, explica ele.

Isso, para Barakat, torna o √≥rg√£o parte integrante do que ele considera o primeiro pilar para uma vida saud√°vel. A perfeita fun√ß√£o da barreira intestinal e o equil√≠brio da microbiota s√£o requisitos de bem-estar e sa√ļde, pois o √≥rg√£o √© uma importante √°rea de troca do corpo humano com o meio externo.

Como cuidar da sa√ļde do intestino?¬†

A função primária do intestino é absorver água e nutrientes no organismo. Portanto, fica mais claro compreender que alimentação e intestino saudável tem tudo a ver.

A começar pela ingestão de fibras, que aceleram a passagem do bolo fecal pelo intestino. Além do acréscimo destes alimentos, outra boa atitude é evitar ao máximo a quantidade de produtos altamente glicêmicos. O que mais acelera o desenvolvimento dos agentes patogênicos é o excesso de glicose presente na corrente sanguínea.

Por isso, alimentos como a√ß√ļcar, p√£es, massas, cereais refinados, arroz branco, refrigerantes, sucos industrializados, acabam sendo perigosos pelo seu alto teor glic√™mico, uma vez que isso serve de alimento para esses fungos e bact√©rias. Isso favorece a manifesta√ß√£o de doen√ßas de todos os tipos.

No caso de frutas naturais adocicadas, voc√™ pode contornar o problema do excesso de a√ß√ļcar mastigando bem, o que permite que as enzimas presentes na saliva interajam com seu conte√ļdo, reduzindo os picos de glicemia na corrente sangu√≠nea.

O ‚Äúlixo‚ÄĚ que n√£o √© eliminado de forma integral e regular atrav√©s das fezes, automaticamente √© reabsorvido pela circula√ß√£o sangu√≠nea, poluindo e intoxicando ciclicamente todo o sistema. Se h√° uma defici√™ncia na incapacidade de elimina√ß√£o dos res√≠duos por parte dos intestinos, isso pode gerar intoxica√ß√£o cr√īnica, sendo esta uma das origens de doen√ßas fisiol√≥gicas.

Outro ponto interessante a saber √© que o intestino √© respons√°vel pela produ√ß√£o de aproximadamente 80% de serotonina, um neurotransmissor que atua no nosso c√©rebro respons√°vel por conduzir impulsos nervosos como o humor, sono e fun√ß√Ķes intelectuais. Por isso, h√° quem chame o intestino de ‚Äúsegundo c√©rebro‚ÄĚ.

Foto: Reprodução

PUBLICIDADE