PUBLICIDADE

saúde

Doenças respiratórias aumentam no outono-inverno

O ar frio e seco, típico do outono-inverno, impulsiona o aumento das alergias respiratórias, como bronquite, rinite, sinusite, otite, faringite e asma. A tendência é de que essas alergias aumentem cerca de 40% nessa época do ano. O crescimento dos casos de asma, principalmente, é assustador. Dados de 2016 da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que a doença é a terceira maior causa de internação no SUS, com cerca de 2 mil óbitos por ano.

Assim os cuidados preventivos devem começar em casa com a limpeza de estofados, tapetes e cortinas que tendem a acumular agentes alérgenos, causadores desses problemas. Os tapetes e cortinas ainda podem ser removidos, mas em sofás e cadeiras, como garantir a limpeza?

Alguns cuidados colaboram para evitar esse tipo de problema. Pensando nisso, Lilian Esteves – que é diretora executiva de uma rede de limpezas – listou algumas dicas:

– Cuidado na hora de varrer – Muitos acreditam que usar a vassoura para limpar a casa é o suficiente, mas essa prática na maioria dos casos pode até agravar o problema, pois tende a colocar em suspensão as partículas responsáveis por deflagrar alergias. Dê prioridade para panos úmidos e aspirador de pó.

РEvite a utiliza̤̣o excessiva de produtos de limpeza РAlguns produtos costumam ter o cheiro muito forte por conta dos seus componentes, enṭo o ideal ̩ usar com modera̤̣o esse tipo de material. Prefira produtos com um odor mais suave.

– Atenção com tapetes, cortinas e bichos de pelúcia – O ideal é evitar tudo o que possa acumular poeira, e sempre que for possível, realizar a limpeza periódica desses itens de casa. Na dúvida, existem empresas que oferecem serviços especializados para lavagem de estofados, tapetes e cortinas.

– Mantenha sempre a casa arejada – É importante que a residência esteja sempre com o ar circulando, portanto evite ficar com as janelas fechadas por muito tempo. Umidificadores de ar costumam ser um bom aliado também em locais secos.

Foto: Reprodução

PUBLICIDADE