4.3 // corpo & fitness4.4 // cabelo & barba

Os cosméticos masculinos

A preocupação com beleza, bem estar e autoestima já não é mais um tabu a ser quebrado no universo masculino. A busca por tratamentos estéticos, barbearias especializadas e itens específicos para  cuidados pessoais tem se tornado cada vez mais popular entre homens de todas as faixas etárias, e a indústria cosmética tem acompanhado esta tendência. Nos últimos anos, o mercado global de beleza voltado a este público cresceu significativamente e de acordo com o Global Industry Analysts Inc, o mercado global masculino deve inflar ainda mais e valerá US$ 43,6 bilhões até 2020.

Apostando neste mercado, diversas empresas tem investido em atrativos exclusivos para cativar o público. Preocupada em oferecer o melhor em inovação e qualidade, o diferencial da Mensch, marca curitibana de cosméticos , está na sustentabilidade e custo benefício. A empresa explorou os nutrientes e propriedades benéficas à saúde presentes em matérias primas naturais e acaba de lançar uma linha de óleo para barba, esfoliante facial, hidratante para a barba e gel pós barba desenvolvidos a partir da semente de café verde.

Os produtos utilizam em suas composições o óleo de café arábico, extraído do grão ainda verde, antes de passar pelo processo de torrefação que o deixa apropriado para beber e são repletos de componentes antioxidantes, tonificantes e antissépticos como os ácidos graxos e a Vitamina E,  que garantem uma ação anti-inflamatória, antiedema e hidratante para a pele, além de combater os radicais livres prevenindo o envelhecimento e dando um aspecto mais natural à pele.

A marca ainda aposta na variedade e praticidade valorizada pelo público masculino, com itens também para o cabelo, corpo  e acessórios como shampoo cabelo e barba, pomada capilar e fragrância masculina, necessaires e pentes de madeira. Além disso todos os cosméticos são produzidos com componentes disponíveis na natureza e não são testados em animais.

 

 

Foto: Release

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista