PUBLICIDADE

3.0 - NEGÓCIOS

Acionistas da Embraer aprovam fusão com a Boeing

 - REVISTA MAISJR

(Crédito: Reprodução)

Acionistas da Embraer aprovaram o processo de joint venture com a Boeing, em assembleia extraordinária realizada na sede da empresa no Brasil, nesta terça-feira (26). De acordo com a Embraer, foram 96,8% votos válidos favoráveis à transação, com uma participação de aproximadamente 67% de todas as ações em circulação.

A proposta, que ainda precisa ser aprovada pelas entidades regulatórias, prevê a criação de uma joint venture composta pelas operações de aeronaves comerciais e serviços da Embraer. Pelo acordo, a Boeing deterá 80% da nova empresa, avaliada em US$ 5,6 bilhões, e a Embraer os 20% restantes.A Boing pagará o valor de US $ 4,2 bilhões pela participação de 80% na joint venture.

Os acionistas da Embraer, também, aprovaram a criação de uma joint venture para promover e desenvolver novos mercados para o avião multimissão KC-390. A Embraer deterá 51% das ações da joint venture e a Boeing os 49%.

“Os nossos clientes irão usufruir da parceria com a aviação comercial a promoção multimissão KC-390, assim como compreenderam as oportunidades que existem nos negócios da aviação executiva e de defesa”, disse Nelson Salgado, vice-presidente executivo de Finanças e Relações com Investidores da Embraer.