PUBLICIDADE

economia

Inadimplência das empresas cresce 5,91% em janeiro

 - REVISTA MAISJR

(Crédito: Reprodução)

O¬† n√ļmero de empresas com contas em atraso e registradas no cadastro de inadimplentes cresceu 5,91% ante o mesmo per√≠odo de 2018. Na compara√ß√£o com dezembro de 2018, o avan√ßo foi de 7,44%. ¬†O mesmo acontece com o n√ļmero de d√≠vidas contra√≠das em nome de pessoas jur√≠dicas, que desacelerou na compara√ß√£o anual, atingindo uma alta de 2,78%. Os dados s√£o da Confedera√ß√£o Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Servi√ßo de Prote√ß√£o ao Cr√©dito (SPC Brasil).

‚ÄúEmbora a retomada da economia aconte√ßa de forma gradual, j√° se observa um pequeno avan√ßo nos dados de faturamento de diferentes setores. E a expectativa √© de que o quadro de inadimpl√™ncia no √Ęmbito corporativo recue a com a recupera√ß√£o da atividade econ√īmica‚Äú, avalia o presidente da CNDL, Jos√© Cesar da Costa

Dados abertos por setor da economia revelam que¬†o aumento foi maior entre as empresas que atuam no ramo de servi√ßos, cuja alta foi de 9,15%¬†em janeiro de 2019 na compara√ß√£o com o mesmo per√≠odo do ano anterior. Os atrasos entre empresas do com√©rcio cresceram 3,73%, ao passo que na ind√ļstria, o crescimento foi de 2,73%.

No total, 45,6% de todas as empresas que est√£o negativadas pertencem ao setor de com√©rcio e 40,1% ao de servi√ßos. Entre os segmentos credores, ou seja, as empresas que deixaram de receber de outras empresas, o destaque tamb√©m ficou por conta do setor de servi√ßos, que envolve bancos e financeiras, representando 69,4% do total de d√≠vidas. J√° o com√©rcio det√©m 17,2% das d√≠vidas de empresas e 12,5% correspondem √† ind√ļstria.

De acordo com o Indicador de Inadimpl√™ncia de Pessoas Jur√≠dicas, em rela√ß√£o a janeiro de 2018, a regi√£o Sudeste registrou aumento de 9,42% no n√ļmero de empresas negativadas.¬†No Sul, o avan√ßo foi de 3,93%, enquanto no Centro-Oeste a varia√ß√£o chegou a 3,14% e no Nordeste, 2,13%. J√° a regi√£o Norte teve a menor varia√ß√£o, com 0,90%.