PUBLICIDADE

política

L√≠deres se reunir√£o com especialistas que defendem o adiamento das elei√ß√Ķes

L√≠deres par¬≠tid√°rios do Con¬≠gres¬≠so Nacional v√£o se reunir na pr√≥x¬≠i¬≠ma sem¬≠ana com um grupo de m√©di¬≠cos para tratar do adi¬≠a¬≠men¬≠to das elei√ß√Ķes munic¬≠i¬≠pais pre¬≠vis¬≠tas para out¬≠ubro. Os espe¬≠cial¬≠is¬≠tas t√™m acon¬≠sel¬≠ha¬≠do o Tri¬≠bunal Supe¬≠ri¬≠or Eleitoral (TSE) e defen¬≠di¬≠do a mudan√ßa da data do pleito em fun√ß√£o da pan¬≠demia da Covid-19. O grupo de m√©di¬≠cos inclui epi¬≠demi¬≠ol¬≠o¬≠gis¬≠tas, infec¬≠tol¬≠o¬≠gis¬≠tas e um san¬≠i¬≠tarista, al√©m de um bi√≥l¬≠o¬≠go e de um f√≠si¬≠co espe¬≠cial¬≠iza¬≠do em estat√≠s¬≠ti¬≠cas de pan¬≠demia.

Nes¬≠ta segun¬≠da-feira (8) os pres¬≠i¬≠dentes do Sena¬≠do, Davi Alcolum¬≠bre, e da C√Ęmara dos Dep¬≠uta¬≠dos, Rodri¬≠go Maia, se reuni¬≠ram com o pres¬≠i¬≠dente do TSE, Rober¬≠to Bar¬≠roso. Davi e Maia sug¬≠eri¬≠ram o encon¬≠tro com os demais par¬≠la¬≠mentares para embasar a decis√£o final do Con¬≠gres¬≠so sobre o assun¬≠to.

Bar¬≠roso trans¬≠mi¬≠tiu aos pres¬≠i¬≠dentes o con¬≠sen¬≠so dos espe¬≠cial¬≠is¬≠tas e afir¬≠mou que endos¬≠sa o adi¬≠a¬≠men¬≠to ‚Äúpor algu¬≠mas sem¬≠anas‚ÄĚ, de modo que as elei√ß√Ķes ocor¬≠ram entre novem¬≠bro e dezem¬≠bro.

‚ÄĒ Todos os espe¬≠cial¬≠is¬≠tas t√™m posi√ß√£o de con¬≠sen¬≠so de que vale a pena adi¬≠ar por algu¬≠mas sem¬≠anas, mas n√£o deixar para ano que vem [2021], porque n√£o muda muito do pon¬≠to de vista san¬≠it√°rio. Eles acham que agos¬≠to, setem¬≠bro, a cur¬≠va pode ser descen¬≠dente ‚ÄĒ disse o min¬≠istro.

O adi¬≠a¬≠men¬≠to das elei√ß√Ķes pre¬≠cisa ser aprova¬≠do pelos par¬≠la¬≠mentares atrav√©s de uma pro¬≠pos¬≠ta de emen¬≠da √† Con¬≠sti¬≠tu¬≠i√ß√£o (PEC), pois a Car¬≠ta Magna pre¬≠v√™ que as elei√ß√Ķes ocor¬≠ram no primeiro domin¬≠go de out¬≠ubro. A dura√ß√£o dos mandatos de prefeitos e vereadores ‚ÄĒ qua¬≠tro anos ‚ÄĒ tam¬≠b√©m √© uma regra con¬≠sti¬≠tu¬≠cional que pre¬≠cis¬≠aria ser abor¬≠da¬≠da caso o pleito fique para o ano que vem.

No encon¬≠tro com Davi e Maia, o pres¬≠i¬≠dente do TSE rela¬≠tou, tam¬≠b√©m, que o tri¬≠bunal tra¬≠bal¬≠ha com a pos¬≠si¬≠bil¬≠i¬≠dade de ampli¬≠ar o per√≠o¬≠do de vota√ß√£o nos dias da elei√ß√£o para 12 horas e de pro¬≠mover cam¬≠pan¬≠has para a vota√ß√£o em hor√°rios con¬≠forme a faixa et√°ria dos eleitores. Bar¬≠roso tam¬≠b√©m pediu aju¬≠da do Con¬≠gres¬≠so para obten√ß√£o de doa√ß√Ķes mate¬≠ri¬≠ais de pro¬≠te√ß√£o aos mes√°rios e eleitores, como m√°s¬≠caras e √°lcool em gel.

Senadores t√™m defen¬≠di¬≠do o adi¬≠a¬≠men¬≠to das elei√ß√Ķes munic¬≠i¬≠pais des¬≠de o in√≠¬≠cio da pan¬≠demia, em mar√ßo. No in√≠¬≠cio do m√™s, o senador Jos√© Maran¬≠h√£o (MDB-PB) apre¬≠sen¬≠tou a primeira PEC sobre o assun¬≠to (PEC 22/2020), pro¬≠pon¬≠do o adi¬≠a¬≠men¬≠to por dois meses de todo o cal¬≠end√°rio eleitoral, a come√ßar pelas con¬≠ven√ß√Ķes par¬≠tid√°rias (pre¬≠vis¬≠tas para jul¬≠ho). No entan¬≠to, uma decis√£o final a respeito da data das elei√ß√Ķes n√£o dev¬≠er√° ser toma¬≠da antes do fim de jun¬≠ho.

Com infor¬≠ma√ß√Ķes do Tri¬≠bunal Supe¬≠ri¬≠or Eleitoral/ Ag√™n¬≠cia Sena¬≠do

PUBLICIDADE