PUBLICIDADE

política

Flordelis pede apoio da bancada feminina para evitar cassação

Durante debate vir­tu­al sobre vio­lên­cia con­tra mul­heres na políti­ca, a dep­uta­da Flordelis (PSD-RJ) afir­mou estar sofren­do perseguição políti­ca pelo fato de ser dep­uta­da fed­er­al e pediu o apoio das cole­gas da ban­ca­da fem­i­ni­na para que não per­ca o manda­to par­la­men­tar.

‚ÄúEst√° acon¬≠te¬≠cen¬≠do comi¬≠go ago¬≠ra uma vio¬≠l√™n¬≠cia muito grande con¬≠tra mim por ser dep¬≠uta¬≠da fed¬≠er¬≠al. Acon¬≠te¬≠ceu um crime na min¬≠ha casa e eu n√£o cometi tal crime. As acusa√ß√Ķes con¬≠tra mim n√£o t√™m nada a ver, s√£o acusa√ß√Ķes absur¬≠das‚ÄĚ, disse a dep¬≠uta¬≠da. ‚ÄúQue¬≠ria pedir o apoio das mul¬≠heres, que me apoiem, que me aju¬≠dem. Eu vou con¬≠seguir provar min¬≠ha inoc√™n¬≠cia. Eu sou inocente.‚ÄĚ

Flordelis √© acu¬≠sa¬≠da pelo Min¬≠ist√©rio P√ļbli¬≠co do Rio de Janeiro de ser a man¬≠dante do assas¬≠si¬≠na¬≠to do mari¬≠do, o pas¬≠tor Ander¬≠son do Car¬≠mo, em jun¬≠ho de 2019, em Niter√≥i. Nes¬≠ta sex¬≠ta-feira, a Justi√ßa do Rio de Janeiro deter¬≠mi¬≠nou que Flordelis seja mon¬≠i¬≠tora¬≠da por tornozeleira eletr√īni¬≠ca e fique em recol¬≠hi¬≠men¬≠to domi¬≠cil¬≠iar das 23h √†s 6h.

Na C√Ęmara, ela foi noti¬≠fi¬≠ca¬≠da pelo cor¬≠rege¬≠dor, dep¬≠uta¬≠do Paulo Bengston (PTB-PA), sobre o pedi¬≠do de rep¬≠re¬≠sen¬≠ta√ß√£o feito con¬≠tra ela pelo dep¬≠uta¬≠do L√©o Mot¬≠ta (PSL-MG). Ela j√° entre¬≠gou sua defe¬≠sa e aguar¬≠da decis√£o da cor¬≠rege¬≠do¬≠ria sobre o envio ou n√£o do caso ao Con¬≠sel¬≠ho de √Čti¬≠ca.

 

Fonte: Ag√™n¬≠cia C√Ęmara de Not√≠¬≠cias

PUBLICIDADE