PUBLICIDADE

7.0 - MANUALgastronomiaviagem

Alta gastronomia é a estrela de hotéis cinco estrelas na Europa

Em uma viagem, a gastronomia local √© um dos aspectos mais marcantes. Os sabores, os aromas e at√© o visual dos pratos degustados ficam na mem√≥ria, e podem se tornar at√© uma atra√ß√£o √† parte. Por isso, √© um grande acerto escolher um hotel em que a culin√°ria √© o carro chefe. Na Europa, empreendimentos luxuosos investem em seus restaurantes, convidando chefs premiados, elaborando card√°pios √ļnicos e oferecendo experi√™ncias √† mesa que fazem valer a visita.

Em Paris, onde a tradi√ß√£o gastron√īmica j√° √© forte, vale conhecer o restaurante Le Baudelaire, do hotel Le Burgundy, localizado no 1¬ļ arrondissement, bairro privilegiado da capital francesa. Agraciado com uma estrela no conceituado Guia Michelin, o empreendimento agora conta com um novo chef, o talentoso Guillaume Goupil, cuja proposta √© reinterpretar cl√°ssicos da culin√°ria francesa sob novas tend√™ncias, apostando na qualidade dos produtos sazonais. A moleja de vitela com cenouras e mostarda, dispon√≠vel no card√°pio do restaurante, √© um exemplo de que com poucos ‚Äď e bons ‚Äď ingredientes se faz um restaurante estrelado.

Desde os 15 anos, Goupil se destaca nas cozinhas de hotéis cinco-estrelas e agora busca desafiar paladares mais aguçados junto com o Chef Patissier Julien Chamblas, que elabora sobremesas leves e delicadas, em sintonia com a filosofia do restaurante. Além dos pratos, o Le Baudelaire oferece uma experiência diferente aos clientes graças ao seu ambiente, com um salão ao redor de um pátio envidraçado e decorado com grandes espelhos, e a incrível adega de 500 rótulos, que dá uma ideia da variedade de safras.

Outra boa pedida na Cidade Luz √© o hotel cinco estrelas design Le Cinq Codet. Localizado no bairro residencial 7√®me, o empreendimento √© reduto n√£o apenas de h√≥spedes, mas de moradores locais que apreciam boa gastronomia. O restaurante √© comandado pelo chef portugu√™s Ricardo Lucio, que acumulou experi√™ncia em cozinhas estreladas pelo Michelin, como o Eleven, em Portugal, e o Maison Pic, na Fran√ßa. O novo chef executivo apresenta uma cozinha simples e saborosa. No card√°pio, pratos t√≠picos da culin√°ria francesa e sobremesas caseiras, como p√™ra com caramelo e canela e creme de lim√£o com marmelo e chocolate. Uma das novidades √© o pocket show de jazz aos s√°bados, no bar ou lounge. Vale curtir a m√ļsica enquanto toma um drinque e degusta alguma das del√≠cias do restaurante.

Em Portugal, a apenas 35 minutos de Lisboa, est√° o charmoso Farol Hotel, em Cascais. De frente para o mar, os h√≥spedes podem saborear pratos dos restaurantes The Mix e Sushi Design, ambos com bastante peixes e frutos do mar, mas cada um √† sua maneira. O primeiro traz √† mesa sabores tradicionais portugueses e especialidades da cozinha mediterr√Ęnea elaborados pelo chef Hugo Silva, como pargo com lim√£o acompanhado por guisado picante de feij√£o, risoto de lagosta com infus√£o de gengibre, todos acompanhados de excelentes vinhos. O restaurante conta com tr√™s op√ß√Ķes de menu ‚Äď o almo√ßo executivo, menu √† la carte e o weekly criative cuisine, que muda a cada sexta-feira e oferece o conceito farm-to-table aos h√≥spedes, ou seja, produtos frescos e sazonais, adquiridos de mercados locais.

J√° no segundo, os sushis, sashimis e ramakis s√£o feitos com peixes da regi√£o. Sob o comando do brasileiro Nuande Pekel, que √© t√£o reconhecido no surf quanto atr√°s do balc√£o, o Sushi Design acumula pr√™mios gastron√īmicos, como o de melhor restaurante de 2015 pela revista Frontline. Al√©m de aceitar encomendas, o Sushi Design oferece almo√ßo executivo por ‚ā¨ 28 por pessoa, de ter√ßa a sexta, e um vasto card√°pio √† la carte, com op√ß√Ķes quentes e frias.

Valentine¬īs Day

Como de costume, os restaurantes mais sofisticados e rom√Ęnticos da Europa preparam card√°pios mais que especiais para o Valentine¬īs Day, Dia dos Namorados internacional que √© celebrado em 14 de fevereiro.

No Farol Hotel, o The Mix apresenta um menu fresco, com vieiras marinadas com beterraba, ma√ß√£ e abacate com sorbet de champagne, dourado assado com cenoura, favas e emuls√£o de alca√ßuz, pato assado com batata violeta, ab√≥bora e espinafre e, de sobremesa, chocolate com pimenta, genbibre e frutas vermelhas. O jantar, que custa ‚ā¨ 55 por pessoa, inclui ainda um coquetel aperitivo, √°gua, vinho e caf√©.

O Le Cinq Codet, por sua vez, serve aos casais o peixe brema marinado em leite de coco, com pimenta espelette e geleia de hib√≠sco, vitela em cozimento longo, pur√© de batata com pastis, uma bebida aromatizada com anis, end√≠via e laranja-de-sangue e, para finalizar a refei√ß√£o, morangos com calda de gengibre e chocolate do chef. O jantar custa ‚ā¨ 70 por pessoa sem bebidas. A op√ß√£o que inclui uma ta√ßa de champagne ros√© Bruno Paillard ou Duval Leroy, os vinhos Denis Jeandeau Pouilly Fuisse 2014 e Saint-Emilion Ch√Ęteau La Croix Figeac 2011, al√©m de √°gua e caf√©, sai por ‚ā¨ 95 por pessoa.

Por fim, o premiado Le Baudelaire oferece, por ‚ā¨ 210 por pessoa, um card√°pio sofisticado, que acompanha o ambiente refinado onde o jantar rom√Ęntico acontece. A ta√ßa de champagne Amour de Deutz 2006 abre o menu da noite. Para comer, lagostins Bretanha com aspargos verdes e creme claro perfumado com jasmim, bolo com lagostas e alcachofras, caviar Petrossian suavemente cozido com couve-flor crua e cozida, massa fresca com trufas e molho de pimenta do reino, p√©rolas de baunilha do Tahiti e, para o gran finale, mousse l√©g√®re com brunoise de frutas e merengue crocante.

Foto: Reprodução

PUBLICIDADE