PUBLICIDADE

tecnologia

Anatel aprova Plano Estrutural de Redes de Telecomunica√ß√Ķes

O Conselho Diretor da Ag√™ncia Nacional de Telecomunica√ß√Ķes (Anatel) aprovou o Plano Estrutural de Redes de Telecomunica√ß√Ķes (Pert). A meta √© ampliar o acesso √† banda larga no Brasil.

O plano traz um diagn√≥stico da infraestrutura de telecomunica√ß√Ķes do pa√≠s e apresenta projetos para supera√ß√£o das defici√™ncias. Est√£o previstas a expans√£o das redes de transporte, amplia√ß√£o das redes de acesso e implanta√ß√£o de redes p√ļblicas essenciais.

A proposta √© a implanta√ß√£o de redes de comunica√ß√£o para servi√ßos p√ļblicos essenciais como educa√ß√£o, pesquisa, sa√ļde, seguran√ßa p√ļblica e defesa.

‚ÄúO Brasil ainda precisa superar o desafio da conectividade e o √ļnico caminho poss√≠vel √© desenvolver a sua infraestrutura de redes‚ÄĚ, disse o conselheiro relator do plano, An√≠bal Diniz, em declara√ß√£o publicada pelo site da Anatel.

Com o Pert, a Anatel quer estimular os setores p√ļblico e privado de telecomunica√ß√Ķes. Em 2018, 3.542 munic√≠pios eram atendidos por fibra √≥tica, enquanto os outros 2.028 n√£o contavam com essa estrutura.

O plano prop√Ķe a amplia√ß√£o do atendimento por fibra e, nas cidades onde n√£o for vi√°vel, por meio de conex√Ķes de alta capacidade por sat√©lite ou outras tecnologias.

O Plano Estrutural de Redes de Telecomunica√ß√Ķes ser√° revisado anualmente, considerando a progressiva melhoria na coleta de dados e o gradual ac√ļmulo de informa√ß√Ķes.

Agência Brasil/ Foto: Marcelo Camargo