PUBLICIDADE

mundo

OMS atualizar√° orienta√ß√Ķes ap√≥s ‚Äúgrande not√≠cia‚ÄĚ sobre rem√©dio contra Covid-19

A Orga¬≠ni¬≠za¬≠√ß√£o Mundi¬≠al da Sa√ļde (OMS) disse que se prepara para atu¬≠alizar suas ori¬≠en¬≠ta√ß√Ķes sobre o trata¬≠men¬≠to de pes¬≠soas com Covid-19 em rea√ß√£o aos resul¬≠ta¬≠dos de um teste cl√≠ni¬≠co que mostrou que um esteroide bara¬≠to e comum pode aju¬≠dar a sal¬≠var pacientes grave¬≠mente doentes.

Resul¬≠ta¬≠dos de testes anun¬≠ci¬≠a¬≠dos na ter√ßa-feira mostraram que a dex¬≠am¬≠eta¬≠sona, usa¬≠da des¬≠de os anos 1960 para diminuir infla¬≠ma√ß√Ķes de out¬≠ras doen√ßas, como artrite, reduz¬≠iu em cer¬≠ca de um ter√ßo as taxas de mor¬≠tal¬≠i¬≠dade entre pacientes de Covid-19 grave¬≠mente doentes e hos¬≠pi¬≠tal¬≠iza¬≠dos.

A ori¬≠en¬≠ta√ß√£o cl√≠ni¬≠ca da OMS para o trata¬≠men¬≠to de pacientes infec¬≠ta¬≠dos com o novo coro¬≠n¬≠av√≠rus se dirige a m√©di¬≠cos e out¬≠ros profis¬≠sion¬≠ais de sa√ļde e alme¬≠ja usar os dados mais recentes para infor¬≠mar os cl√≠ni¬≠cos gerais sobre a mel¬≠hor maneira de com¬≠bat¬≠er todas as fas¬≠es da doen√ßa, da ver¬≠i¬≠fi¬≠ca√ß√£o √† alta hos¬≠pi¬≠ta¬≠lar.

Emb­o­ra os resul­ta­dos do estu­do sobre a dex­am­eta­sona sejam pre­lim­inares, os pesquisadores por trás do pro­je­to dis­ser­am que leva a crer que o remé­dio dev­e­ria se tornar um recur­so padrão no cuida­do de pacientes com casos graves ime­di­ata­mente.

Em pacientes de Covid-19 com uso de ven­ti­ladores, ficou demon­stra­do que o trata­men­to reduz a mor­tal­i­dade em cer­ca de um terço, e para pacientes que só pre­cisam de oxigênio a mor­tal­i­dade foi reduzi­da em cer­ca de um quin­to, de acor­do com dados pre­lim­inares com­par­til­ha­dos com a OMS.

O bene­fí­cio só foi vis­to em pacientes de Covid-19 grave­mente doentes e não foi obser­va­do em pacientes com uma doença mais ame­na.

A boa not√≠¬≠cia chega no momen¬≠to em que infec√ß√Ķes de coro¬≠n¬≠av√≠rus se acel¬≠er¬≠aram em alguns locais, como os Esta¬≠dos Unidos, e em que Pequim can¬≠celou dezenas de voos para aju¬≠dar a con¬≠ter um novo sur¬≠to na cap¬≠i¬≠tal chi¬≠ne¬≠sa.

‚ÄúEste √© o primeiro trata¬≠men¬≠to em que se mostrou reduzir a mor¬≠tal¬≠i¬≠dade em pacientes com Covid-19 que pre¬≠cisam de oxig√™nio ou do aux√≠lio de ven¬≠ti¬≠lador‚ÄĚ, disse o dire¬≠tor-ger¬≠al da OMS, Tedros Adhanom Ghe¬≠breye¬≠sus, em um comu¬≠ni¬≠ca¬≠do emi¬≠ti¬≠do na noite de ter√ßa-feira. A ag√™n¬≠cia disse que aguar¬≠da a an√°lise dos dados com¬≠ple¬≠tos do estu¬≠do nos pr√≥x¬≠i¬≠mos dias.

‚ÄúA OMS coor¬≠denar√° uma meta-an√°lise para apri¬≠morar nos¬≠so con¬≠hec¬≠i¬≠men¬≠to ger¬≠al des¬≠ta inter¬≠ven√ß√£o. A ori¬≠en¬≠ta√ß√£o cl√≠ni¬≠ca da OMS ser√° atu¬≠al¬≠iza¬≠da para refle¬≠tir como e quan¬≠do o rem√©¬≠dio deve ser usa¬≠do para Covid-19‚ÄĚ, acres¬≠cen¬≠tou a ag√™n¬≠cia.

Mas a prin¬≠ci¬≠pal autori¬≠dade de sa√ļde da Cor¬≠eia do Sul aler¬≠tou para o abu¬≠so do medica¬≠men¬≠to em pacientes de Covid-19.

‚Äú(Ele) j√° √© usa¬≠do h√° tem¬≠pos em hos¬≠pi¬≠tais sul-core¬≠anos para pacientes com diver¬≠sas infla¬≠ma√ß√Ķes‚ÄĚ, disse Jeong Eun-kyeong, chefe do Cen¬≠tro para Con¬≠t¬≠role e Pre¬≠ven√ß√£o de Doen√ßas da Cor¬≠eia (KCDC). ‚ÄúMas alguns espe¬≠cial¬≠is¬≠tas aler¬≠tam que o rem√©¬≠dio n√£o s√≥ reduz a rea√ß√£o infla¬≠mat√≥ria nos pacientes, mas tam¬≠b√©m o sis¬≠tema imunol√≥gi¬≠co, e pode des¬≠en¬≠cadear efeitos colat¬≠erais. O KCDC est√° deba¬≠ten¬≠do seu uso em pacientes com Covid-19.‚ÄĚ

Por Michael Shields e Stephanie Ulmer-Nebe­hay/Reuters

PUBLICIDADE