PUBLICIDADE

inovação

Nubank e outras 2 brasileiras est√£o entre fintechs mais inovadoras do mundo

As plataformas brasileiras de serviços financeiros Nubank, GuiaBolso e Geru estão entre as 100 fintechs mais inovadoras do mundo, segundo relatório produzido pela KPMG e pela H2 Ventures.

O estudo divulgado anualmente e chamado de Fintech100, inclui 50 startups de finanças melhor classificadas com itens como capacidade de inovação e de captar recursos, o tamanho da empresa, a área de atuação e o poder de influência. Outras 50 companhias emergentes entram no critério a tecnologia de inovação e os novos modelos de negócios propostos ou adotados.

Os Estados Unidos são o país com mais empresas na lista (18), seguidos por Reino Unido (12), China (11) e Austrália (7).

Os criadores do levantamento criaram um ranking com as fintechs que mais se destacaram globalmente. A plataforma digital brasileira de cart√Ķes de cr√©dito e de contas correntes Nubank ficou na s√©tima posi√ß√£o na lista liderada pela plataforma chinesa de transfer√™ncias de recursos Ant.

No documento, o presidente-executivo do Nubank, David V√©lez, afirma que a plataforma j√° emitiu 5 milh√Ķes de cart√Ķes de cr√©dito. Segundo o relat√≥rio, isso posiciona o Nubank como umas cinco maiores emissoras de cart√Ķes do pa√≠s “e o maior desafiante de banco do mundo fora da √Āsia”. Al√©m disso, a empresa j√° tem 2,5 milh√Ķes de inscritos para ter uma conta digital, servi√ßo lan√ßado h√° cerca de um ano.

J√° o portal de finan√ßas pessoais GuiaBolso, que atualmente tem cerca de 4 milh√Ķes de inscritos, apareceu na posi√ß√£o 46 dentre as primeiras 50 mais inovadoras.

“O resultado √© o reconhecimento do esfor√ßo em ajudar o brasileiro a lidar melhor com seu pr√≥prio dinheiro”, afirmou o presidente-executivo e co-fundador do GuiaBolso, Thiago Alvarez.

O site de empréstimos pessoais Geru apareceu pela primeira vez no relatório, no grupo de fintechs emergentes.

A lista deste ano revela um salto significativo no apoio de capital de risco √†s fintechs. As empresas levantaram mais de 52 bilh√Ķes de d√≥lares em capital de risco, quase o dobro do ano passado.

Fonte: √Čpoca – Neg√≥cioss

Foto: Divulgação

PUBLICIDADE