PUBLICIDADE

1.0 - RADAR

Exoneração de Bebbiano é publicada no Diário Oficial

A edição desta terça-feira (19), do Diário Oficial da União, publica a exoneração de Gustavo Bebbiano do cargo de ministro da Secretaria-Geral da República. A demissão foi confirmada ontem (18), às 18h30, pelo porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, em um pronunciamento à imprensa.  Perguntado sobre a razão da demissão, o porta-voz explicou que foi uma questão de “foro íntimo” do presidente Jair Bolsonaro.

No entanto, a demissão do ministro já era esperada, em função da crise instalada na última semana, que teve como origem a suspeita de que o PSL usava candidaturas laranjas nas últimas eleições, período em que comandava a legenda.  Questionado sobre sua permanência no cargo, Bebianno afirmou que havia conversado três vezes com o presidente na última terça-feira (12), e “que não existia crise nenhuma”.

A declaração do então ministro foi confrontada pelo filho do presidente, Carlos Bolsonaro, que disse, pelas redes sociais, que Bebbiano mentia sobre ter conversado com o pai para tratar do assunto. E, em seguida, postou um áudio de uma conversa do presidente com seu ministro. O teor das críticas foi reforçado pelo presidente, que chegou a chamar Bebianno de mentiroso.

Em vídeo gravado após o anúncio, o presidente Jair Bolsonaro, agradece ao ministro e cita questões mal entendidas.