PUBLICIDADE

mundo

Em c√ļpula sobre vacina, Boris Johnson pede ‚Äėera de coopera√ß√£o mundial‚Äô 

O Reino Unido est√° orga¬≠ni¬≠zan¬≠do uma c√ļpu¬≠la vir¬≠tu¬≠al para angari¬≠ar fun¬≠dos para a Vac¬≠cine Alliance (GAVI), e seu primeiro min¬≠istro, Boris John¬≠son, pediu uma ‚Äúnova era de coop¬≠er¬≠a√ß√£o glob¬≠al‚ÄĚ em quest√Ķes de sa√ļde diante da pan¬≠demia de coro¬≠n¬≠av√≠rus.

‚ÄúEspero que este encon¬≠tro seja o momen¬≠to em que o mun¬≠do se junte para unir a humanidade na luta con¬≠tra a doen√ßa‚ÄĚ, afir¬≠ma o dis¬≠cur¬≠so de aber¬≠tu¬≠ra a ser pro¬≠feri¬≠do por Down¬≠ing Street.

‚ÄúPe√ßo a voc√™s que se unam a n√≥s para for¬≠t¬≠ale¬≠cer essa alian√ßa que sal¬≠va vidas e inau¬≠gu¬≠rar uma nova era de coop¬≠er¬≠a√ß√£o mundi¬≠al em sa√ļde‚ÄĚ, dir√° John¬≠son, cujo pa√≠s √© o segun¬≠do mais afe¬≠ta¬≠do pelo coro¬≠n¬≠av√≠rus, com quase 40.000 mortes con¬≠fir¬≠madas.

O Reino Unido √© o maior colab¬≠o¬≠rador da GAVI, com 1,65 bil¬≠h√£o de libras (2,08 bil¬≠h√Ķes de d√≥lares) prometi¬≠dos pelos pr√≥x¬≠i¬≠mos cin¬≠co anos.

Nes¬≠ta c√ļpu¬≠la vir¬≠tu¬≠al de mais de 50 pa√≠s¬≠es e mais de 35 chefes de esta¬≠do e de gov¬≠er¬≠no, a Alian√ßa espera arrecadar 7,4 bil¬≠h√Ķes de d√≥lares para con¬≠tin¬≠uar as cam¬≠pan¬≠has mundi¬≠ais de vaci¬≠na√ß√£o con¬≠tra saram¬≠po, poliomielite, ou febre tifoide, em grande medi¬≠da inter¬≠romp¬≠i¬≠das pela pan¬≠demia de COVID-19.

Tam­bém se pedirá finan­cia­men­to para a com­pra e a pro­dução de uma pos­sív­el futu­ra vaci­na con­tra a COVID-19, bem como sua dis­tribuição nos país­es em desen­volvi­men­to.

Para a vaci¬≠na con¬≠tra o novo coro¬≠n¬≠av√≠rus, o obje¬≠ti¬≠vo da Alian√ßa √© arrecadar US$ 2 bil¬≠h√Ķes.

- ‚ÄúMais de 80% da pop¬≠u¬≠la√ß√£o‚ÄĚ -

O bil¬≠ion√°rio amer¬≠i¬≠cano Bill Gates, cuja fun¬≠da√ß√£o √© muito ati¬≠va na pesquisa de vaci¬≠nas, disse nes¬≠ta quin¬≠ta que v√°rios lab¬≠o¬≠rat√≥rios far¬≠ma¬≠c√™u¬≠ti¬≠cos est√£o dis¬≠pos¬≠tos a disponi¬≠bi¬≠lizar sua capaci¬≠dade de pro¬≠du√ß√£o, assim que a vaci¬≠na for desen¬≠volvi¬≠da ‚ÄĒ mes¬≠mo que n√£o se escol¬≠ha a que eles este¬≠jam pro¬≠duzin¬≠do.

Em entre¬≠vista √† r√°dio p√ļbli¬≠ca brit√Ęni¬≠ca BBC, Gates disse que isso √© fun¬≠da¬≠men¬≠tal para garan¬≠tir que o maior n√ļmero pos¬≠s√≠v¬≠el de pes¬≠soas ten¬≠ha aces¬≠so √† vaci¬≠na, quan¬≠do for descober¬≠ta.

‚ÄúEssas empre¬≠sas fazem isso para aju¬≠dar o mun¬≠do, n√£o porque pen¬≠sam que podem obter bene¬≠f√≠¬≠cios de uma vaci¬≠na, mas porque sabem que √© um bem p√ļbli¬≠co‚ÄĚ, afir¬≠mou.

‚ÄúQuan¬≠do tiver¬≠mos uma vaci¬≠na, quer¬≠e¬≠mos desen¬≠volver imu¬≠nidade cole¬≠ti¬≠va‚ÄĚ e, para isso, pre¬≠cisamos garan¬≠tir que ela seja min¬≠istra¬≠da a ‚Äúmais de 80% da pop¬≠u¬≠la√ß√£o mundi¬≠al‚ÄĚ, acres¬≠cen¬≠tou, recon¬≠hecen¬≠do que os rumores, ou teo¬≠rias con¬≠spir¬≠at√≥rias, que cir¬≠cu¬≠lam pelas redes soci¬≠ais podem minar esse obje¬≠ti¬≠vo.

A c√ļpu¬≠la da GAVI acon¬≠tece em um momen¬≠to del¬≠i¬≠ca¬≠do, no qual a pan¬≠demia exac¬≠er¬≠bou ataques con¬≠tra o mul¬≠ti¬≠lat¬≠er¬≠al¬≠is¬≠mo, em meio √† rup¬≠tura do pres¬≠i¬≠dente dos EUA, Don¬≠ald Trump, com a Orga¬≠ni¬≠za¬≠√ß√£o Mundi¬≠al da Sa√ļde (OMS) e ao medo de que os Esta¬≠dos Unidos ten¬≠ham con¬≠t¬≠role sobre futuras vaci¬≠nas.

‚Äú√Č de grande import√Ęn¬≠cia, e esta¬≠mos alcan√ßan¬≠do isso, que haja con¬≠sen¬≠so e apoio inter¬≠na¬≠cional em todo mun¬≠do para encon¬≠trar uma vaci¬≠na e fornec√™-la para todos aque¬≠les que s√£o vul¬≠ner√°veis, porque ningu√©m estar√° seguro at√© que todos este¬≠jam‚ÄĚ, disse √† AFP a a min¬≠is¬≠tra brit√Ęni¬≠ca do Desen¬≠volvi¬≠men¬≠to Inter¬≠na¬≠cional, Anne-Marie Trevelyan.

Anna Mar¬≠riott, encar¬≠rega¬≠da da Sa√ļde na Oxfam, aplaudiu o esta¬≠b¬≠elec¬≠i¬≠men¬≠to de um novo fun¬≠do para aju¬≠dar os pa√≠s¬≠es em desen¬≠volvi¬≠men¬≠to a terem aces¬≠so a uma futu¬≠ra vaci¬≠na.

Em nota, ela enfa¬≠ti¬≠zou, por√©m, que ‚Äúa GAVI e os gov¬≠er¬≠nos que a finan¬≠ciam devem primeiro enfrentar o poder monop¬≠o¬≠lista da ind√ļs¬≠tria far¬≠ma¬≠c√™u¬≠ti¬≠ca que se inter¬≠p√Ķe o cam¬≠in¬≠ho de uma vaci¬≠na para os povos‚ÄĚ.

‚ÄúO din¬≠heiro dos con¬≠tribuintes deve ser investi¬≠do em vaci¬≠nas e trata¬≠men¬≠tos isen¬≠tos de roy¬≠al¬≠ties e dispon√≠veis para todas as na√ß√Ķes a pre√ßo de cus¬≠to‚ÄĚ, insis¬≠tiu.

bur-acc/zm/tt Por: AFP

PUBLICIDADE