PUBLICIDADE

economia

Sobre gigantes da internet, Espanha deve elaborar imposto digital 

A C√Ęmara dos Dep¬≠uta¬≠dos da Espan¬≠ha aprovou o in√≠¬≠cio do desen¬≠volvi¬≠men¬≠to de um impos¬≠to de 3% sobre as receitas das gigantes da inter¬≠net, no mais recente movi¬≠men¬≠to de par¬≠ceiros com¬≠er¬≠ci¬≠ais dos Esta¬≠dos Unidos para taxar grandes empre¬≠sas, o que provo¬≠cou uma inves¬≠ti¬≠ga√ß√£o nos EUA e pode levar a tar¬≠i¬≠fas puni¬≠ti¬≠vas.

O impos­to se apli­caria às receitas obti­das local­mente por empre­sas de tec­nolo­gia como Face­book, Google, Apple e Ama­zon, e ger­aria cer­ca de 1 bil­hão de euros (1,12 bil­hão de dólares) em recei­ta anu­al para o Esta­do.

O escrit√≥rio do Rep¬≠re¬≠sen¬≠tante de Com√©r¬≠cio dos EUA disse na ter√ßa-feira que est√° lan√ßan¬≠do uma inves¬≠ti¬≠ga√ß√£o da ‚ÄúSe√ß√£o 301‚ÄĚ sobre impos¬≠tos sobre servi√ßos dig¬≠i¬≠tais que foram ado¬≠ta¬≠dos ou est√£o sendo con¬≠sid¬≠er¬≠a¬≠dos pela Espan¬≠ha e out¬≠ros par¬≠ceiros com¬≠er¬≠ci¬≠ais dos EUA.

A final­iza­ção da leg­is­lação da Espan­ha levará de 3 a 4 meses, diante dos desafios enfrenta­dos pelo gov­er­no minoritário do primeiro-min­istro social­ista Pedro Sánchez na aprovação de um tex­to final.

O impos­to da Espan­ha entraria em vig­or ape­nas se os Esta­dos mem­bros da Orga­ni­za­ção para Coop­er­ação e Desen­volvi­men­to (OCDE) chegarem a um acor­do para lançar um impos­to dig­i­tal con­jun­to para levar em con­ta o surg­i­men­to de grandes empre­sas de tec­nolo­gia que fre­quente­mente reg­is­tram seus lucros em país­es com baixos impos­tos.

Se aprova¬≠do, o pro¬≠je¬≠to apli¬≠car√° uma taxa de 3% sobre a recei¬≠ta dig¬≠i¬≠tal local de empre¬≠sas com ven¬≠das globais anu¬≠ais de mais de 750 mil¬≠h√Ķes de euros e pelo menos 3 mil¬≠h√Ķes de euros na Espan¬≠ha, alin¬≠han¬≠do-se a uma pro¬≠pos¬≠ta da Uni√£o Europeia sobre o assun¬≠to.

(Por Belen Car¬≠re√Īo e Inti Lan¬≠dau¬≠ro) / Por: MADRI (Reuters)

PUBLICIDADE