PUBLICIDADE

Startups

Como uma startup mineira de programação para não-programadores chegou até Singapura

Alguns problemas s√£o globais ‚Äď e um deles √© a corrida por profissionais de desenvolvimento. O¬†Do Zero Ao Topo, marca de empreendedorismo do¬†InfoMoney, j√° mostrou como a pandemia do novo coronav√≠rus¬†acelerou uma procura que j√° era grande por profissionais de tecnologia.

Algumas startups faturam com a demanda, como √© o caso da Fluna. A startup de Belo Horizonte (Minas Gerais) est√° agora levando sua solu√ß√£o de¬†no code, ou desenvolvimento de aplica√ß√Ķes sem precisar saber programar, para a √Āsia.

A internacionalização acontece por meio do programa de aceleração 500 Startups Global Launch Singapore. A 500 Startups é uma das aceleradoras mais conhecidas do Vale do Silício. Tem mais de 2.500 startups em seu portfólio, como os unicórnios Canva, Grab e Udemy e os empreendimentos brasileiros Conta Azul, Descomplica e VivaReal.

A procura pelo ‚Äúsem c√≥digo‚ÄĚ

A Fluna foi criada por Alysson Nazareth, Bruno Pfeilsticker, Filipe Drumond, Fl√°vio Ara√ļjo e Paulo Cerqueira no final de 2019. Alysson programa desde os 12 anos de idade. Seu primeiro neg√≥cio foi uma ferramenta de tradu√ß√£o de aplicativos do mandarim para o portugu√™s, criada na adolesc√™ncia. Formado em Sistemas da Informa√ß√£o, Nazareth trabalhou depois em uma f√°brica de software e em uma startup. ‚ÄúComo desenvolvedor, tinha v√°rios trabalhos e n√£o conseguia dar conta de todos. Contratar desenvolvedores era um problema recorrente‚ÄĚ, diz.

Cerqueira tinha experi√™ncia em ind√ļstrias, inclusive com um neg√≥cio pr√≥prio de fabrica√ß√£o e importa√ß√£o de produtos para a √°rea de telecomunica√ß√Ķes. Pfeilsticker √© engenheiro mec√Ęnico, trabalhou com investimentos e cofundou a¬†venture builder¬†Trekken Ventures. Drumond √© formado em economia e trabalhou como gerente de projetos e desenvolvedor de neg√≥cios. Por fim, Ara√ļjo trabalhou com inova√ß√£o corporativa, com investimentos e tamb√©m cofundou a Trekken Ventures.

Os cinco sócios cofundaram a Fluna em fevereiro de 2020, um mês antes de a pandemia do novo coronavírus se intensificar no Brasil. O investimento inicial no negócio foi de R$ 300 mil.

Paulo Cerqueira, Alysson Nazareth, Bruno Pfeilsticker, Fl√°vio Ara√ļjo e Filipe Drumond, da Fluna (Divulga√ß√£o)
Paulo Cerqueira, Alysson Nazareth, Bruno Pfeilsticker, Fl√°vio Ara√ļjo e Filipe Drumond, da Fluna (Divulga√ß√£o)

Os empreendedores oferecem uma solu√ß√£o que casa com a acelera√ß√£o da demanda por desenvolvedores. A startup tem uma ferramenta de programa√ß√£o¬†no code¬†que permite criar projetos apenas arrastando pe√ßas de c√≥digo ‚Äď inclusive feitas com linguagens diferentes, como Node, PHP e Python. Aplica√ß√Ķes que envolvem blockchain e intelig√™ncia artificial tamb√©m podem ser feitas pela Fluna.

Desenvolver aplicativos usando componentes drag and drop permite que desenvolvedores profissionais recebam suporte e possam focar em tarefas mais complexos, enquanto desenvolvedores não técnicos têm seu dia a dia facilitado por não precisarem codificar.

‚ÄúExistem outras ferramentas de¬†no code¬†e¬†low code.¬†No code¬†√© criar aplica√ß√Ķes sem c√≥digo nenhum, apenas arrastando pe√ßas na tela, enquanto o¬†low code¬†permite que voc√™ altere o c√≥digo dessas pe√ßas. A gente se coloca como um¬†no code¬†mais flex√≠vel, porque n√£o somos fechados em apenas uma linguagem de programa√ß√£o. Interpretamos e orquestramos diferentes¬†stacks¬†[tecnologias para desenvolvimento]‚ÄĚ, explica Cerqueira.

Empresas assinam a plataforma para constru√≠rem projetos com sua pr√≥pria equipe. Al√©m da ferramenta de programa√ß√£o¬†no code, a startup fornece banco de dados e infraestrutura para que cada aplica√ß√£o funcione. A assinatura √© mensal, com valor dependendo do n√ļmero de usu√°rios.

Depois de um per√≠odo de constru√ß√£o da solu√ß√£o, a Fluna realmente come√ßou a operar em junho deste ano. Em dois meses, conquistou 21 empresas, desde com√©rcios eletr√īnicos at√© aplicativos de gest√£o, em um ano e meio de neg√≥cio. Alguns exemplos s√£o BrasilSAT e Take Blip.

A Fluna afirma que sua ferramenta permite que aplica√ß√Ķes sejam desenvolvidas 10 vezes mais r√°pida, em compara√ß√£o com o desenvolvimento tradicional. O objetivo n√£o √© que as empresas reduzam sua equipe de desenvolvedores, por√©m. ‚ÄúTemos dois problemas no mercado: vagas continuam abertas por falta de m√£o-de-obra em desenvolvimento, e o¬†backlog¬†das empresas s√≥ cresce. Nosso objetivo √© aumentar a produtividade das equipes atuais para reduzir os projetos que ficam na fila‚ÄĚ, diz Cerqueira. ‚ÄúO tempo para formar profissionais de¬†front end,¬†back end¬†e infraestrutura √© longo. Ent√£o desenvolvemos uma ferramenta para acelerar agora o processo de desenvolvimento‚ÄĚ, completa Nazareth.

O mercado de low code apenas foi estimado em US$ 10,3 bilh√Ķes em 2019. At√© 2030, deve crescer para US$ 187 bilh√Ķes, segundo o relat√≥rio¬†Low-Code Development Platform Market Research Report: By Offering, Deployment Type, Enterprise, Vertical ‚Äď Global Industry Analysis and Growth Forecast to 2030. √Č um ritmo de crescimento anual m√©dio de 31,1%.

Próximo alvo: o mercado asiático

O mesmo estudo ressalta que a demanda por plataformas low code deve ‚Äúaumentar consideravelmente na regi√£o da √Āsia-Pac√≠fico nos pr√≥ximos anos, devido ao aumento da penetra√ß√£o da internet, aumento da utiliza√ß√£o de smartphones e r√°pido crescimento econ√īmico.‚ÄĚ

A Fluna se inscreveu no programa de acelera√ß√£o 500 Startups Global Launch Singapore porque estava de olho no mercado asi√°tico. ‚ÄúAcreditamos que a regi√£o √© o presente e o futuro da economia global, mas vemos poucas op√ß√Ķes de solu√ß√Ķes¬†no code¬†e¬†low code¬†por l√° em compara√ß√£o com o Ocidente‚ÄĚ, diz Cerqueira. ‚ÄúDesenvolvimento mais √°gil √© um problema mundial. A acelera√ß√£o vem para encurtar nosso caminho de crescimento internacional, dado que Singapura √© um n√ļcleo de tecnologia para a √Āsia.‚ÄĚ

A Fluna foi selecionada em julho de 2020, sendo a √ļnica startup brasileira entre as 12 selecionadas. Os outros neg√≥cios participantes s√£o Alphaus e CreditEngine (Jap√£o); Altun Lab (Chile); Dolnn (Portugal); EcoBillz, Enixta e Morr.blz (India); Markopclo.ai e inCast Inc. (EUA); Locsely Coupled (Mal√°sia); e Optimo (Georgia). O programa n√£o envolve investimento, nem concess√£o de participa√ß√£o no neg√≥cio. Mais de 200 empreendimentos foram analisados at√© chegar aos 12 selecionados.

O 500 Startups Global Launch Singapore come√ßou neste m√™s. Agosto e setembro ser√£o dedicados a uma acelera√ß√£o virtual, encerrada com um dia de apresenta√ß√Ķes a investidores (Demo Day). Os s√≥cios da Fluna devem passar por mais uma etapa de acelera√ß√£o em fevereiro e mar√ßo de 2022, desta vez em Singapura.

‚Äú√Č um programa voltado a iniciar uma opera√ß√£o no mercado asi√°tico, ent√£o nesses meses montaremos uma estrutura em Singapura. Como a grande maioria da popula√ß√£o fala ingl√™s por l√° e esse tamb√©m √© o idioma oficial dos programadores, temos uma entrada facilitada‚ÄĚ, diz Cerqueira.

A Fluna projeta faturar de R$ 1 milh√£o em 2021. Para 2022, o plano √© triplicar os ganhos. ‚ÄúCome√ßamos atendendo startups e evolu√≠mos para grandes empresas. Mesmo que o n√ļmero de neg√≥cios atendidos n√£o cres√ßa tanto, devemos ter bem mais usu√°rios porque o tamanho das equipes ser√° maior. S√£o times de desenvolvimento que partem de 50 funcion√°rios‚ÄĚ, diz Cerqueira.

Nazareth completa que a startup est√° desenvolvendo uma funcionalidade que permita trabalhar online na mesma base de c√≥digo ‚Äď uma esp√©cie de Google Docs para programadores. ‚ÄúA pandemia acelerou o trabalho remoto, e vemos dificuldades nas organiza√ß√Ķes de construir¬†squads¬†para desenvolvedores trabalharem em conjunto.‚ÄĚ

PUBLICIDADE