PUBLICIDADE

Startups

Startup criada em 2020 fatura R$ 1 mi por mês e conquista CFO do PayPal

Com o desejo de empreender juntos desde que trabalharam na startup Incognia (antiga In Loco), os publicitários Adrian Ferguson e César Moura decidiram transformar o sonho em realidade em um período conturbado para o Brasil e para o mundo: março de 2020. A pandemia de coronavírus que mudou radicalmente o consumo, era a oportunidade perfeita para o negócio de mídia que a dupla planejava. Em 45 dias, depois de um esforço de desenvolvimento de tecnologia, eles colocaram no ar a primeira versão do produto da sua startup, a HYPR.

De forma simplificada, o que a empresa faz é usar dados que os usuários fornecem sobre sua localização no mundo físico e digital para direcionar as publicidades online. Uma pessoa que antes da pandemia frequentava muitas hamburguerias, por exemplo, passaria a receber anúncios online de hambúrgueres congelados e ketchup.

Com um ano e meio de operação e dez pessoas no time, a HYPR conquistou 26 grandes clientes, como a fabricante de bebidas Diageo e a companhia de alimentos Heinz. A solução da startup caiu como uma luva para marcas que tinham um bom engajamento no varejo físico e precisavam descobrir como chegar até o consumidor pela internet.

Hoje, a empresa já fatura cerca de R$ 1 milhão por mês e tem como meta ganhar o mesmo por semana até o final do ano. Para isso, está reforçando a equipe e o quadro de acionistas com profissionais experientes. O último a entrar foi Lucas Medola, diretor financeiro do PayPal para América Latina, que fez um aporte financeiro na empresa e passa a ocupar um assento no conselho consultivo da startup.

Fonte e foto: Exame.com

PUBLICIDADE