saúde

Suplementos são aliados da boa alimentação mesmo para quem não pratica exercícios

Quem pensa que suplementos alimentares são apenas para atletas de alta performance ou frequentadores assíduos de academias está muito enganado. Até mesmo quem não é adepto de uma rotina de exercícios, ou ainda, idosos e vegetarianos podem colher diversos benefícios na suplementação para complementar uma alimentação com poucos nutrientes ou pela falta de determinado alimento na dieta.

De acordo com Carlos Tomaiolo, fisioterapeuta e pós-graduado em fisiologia do exercício e treinamento resistido pela USP e diretor de marketing da Integralmédica,  qualquer pessoa pode se beneficiar da suplementação, porém, a quantidade de suplemento depende do grau de esforço que ela faz.  “Na rotina que temos hoje, por menor que seja o esforço físico realizado, se você não se alimentar direito pode ter o suplemento como um aliado importante”, afirma Tomaiolo.

suplementos-alimentares

Ricos em proteína, carboidratos e outras substâncias, atualmente existem diversos tipos de suplementos, desde os proteicos para ganhar massa muscular até termogênicos, que ajudam no emagrecimento. Entre os mais consumidos estão o Whey  protein, feito à base da proteína de leite, para definição muscular;  Suplementos à base de creatina; e o BCAA, constituídos por três principais aminoácidos de cadeia ramificada para a construção muscular: leucina, isoleucina e valina.

Assim como na alimentação, é preciso estar atento à suplementação para não ingerir mais calorias do que o necessário. “Consumir mais calorias e não gasta-las pode sim transforma-las em gordura, mas não é o suplemento que vai te engordar, são as calorias – que o suplemento também tem”, explica Tomaiolo.  Segundo o diretor da Integralmédica, a  proteína do soro do leite, por exemplo,  tem 120 calorias por porção, mas se a pessoa não gastar nada em exercícios, ela pode sim ter essa energia toda transformada em gordura.

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista