PUBLICIDADE

economia

S√≥ em 2021, Google e Facebook adiam retorno ao trabalho presencial 

A maio­r­ia dos fun­cionários do Google e Face­book con­tin­uarão tra­bal­han­do remo­ta­mente até o fim do ano, emb­o­ra os escritórios de ambos os gru­pos devam reabrir no verão local, depen­den­do da evolução da pan­demia de Covid-19.

Sun­dar Pichai, CEO da Alpha­bet (empre­sa matriz do Google e que empre­ga mais de 100 mil pes­soas no mun­do), disse a seus fun­cionários nes­ta quin­ta-feira, durante a reunião ger­al sem­anal, que, provavel­mente, eles tra­bal­harão de casa até o fim do ano, infor­mação con­fir­ma­da pelo Google.

Pichai assi­nalou que aque­les que pre­cis­arem retornar ao escritório poderão fazê-lo em jun­ho ou jul­ho, respei­tan­do medi­das de segu­rança reforçadas, mas que estes serão a exceção.

O Face­book plane­ja reabrir seus escritórios a par­tir de 6 de jul­ho, mas os fun­cionários que dese­jarem poderão con­tin­uar tra­bal­han­do de casa até 2021. A rede social empre­ga­va 45 mil pes­soas no mun­do no fim de 2019, sem con­tar os mil­hares de presta­dores de serviço, e plane­ja recru­tar out­ras 10 mil para acel­er­ar o desen­volvi­men­to de sua ofer­ta de pro­du­tos e serviços, par­tic­u­lar­mente adap­ta­da às medi­das de dis­tan­ci­a­men­to social.

juj/vog/leo/dg/rsr/lb Por: AFP

PUBLICIDADE