CréditoEmpreendedorismo

Cadastro Positivo: 2,5 milhões de MPES terão acesso a crédito no País, diz Serasa

 - REVISTA MAISJR

(Crédito: Pixabay)

 

Cerca de 2,5 milhões de micros, pequenas e médias empresas brasileiras passarão a ter acesso ao crédito no país –  ou seja, 23,6% do total das 10,6 milhões de MPMEs ativas na Receita Federal e não negativadas – com a inclusão automática no Cadastro Positivo, sancionado esta semana pelo presidente Jair Bolsonaro.  É o que aponta estudo inédito da Serasa Experian.

De acordo com o levantamento, apesar de não estarem ou terem ficado negativadas nos últimos 12 meses, essas empresas não são incorporadas ao sistema  financeiro por apresentarem score baixo (igual ou menor que 500), devido à insuficiência de informação a respeito do CNPJ pesquisado,  o que pode prejudicar a adequada visibilidade e análise de sua capacidade de pagamento no momento da concessão de financiamentos,  e as impedir de serem aprovadas numa análise de crédito atual.

De acordo com o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, micros e pequenos empresários, que já estariam elegíveis à contratação de empréstimos e financiamentos, ainda se deparam com o desafio de se habilitarem formalmente para usufruir de propostas mais adequadas aos seus perfis. “A aprovação do Cadastro Positivo contribuirá positivamente para mudar esse cenário, ao estabelecer no Brasil um sistema de referência internacionalmente adotado, que permite conhecer e entender o comportamento financeiro de consumidores e empresas, e promover o uso consciente desse recurso e o crescimento sustentável do mercado de crédito”, afirma.

A pesquisa apurou ainda, com base em simulações baseadas em modelos estatísticos próprios de score, que a inclusão no Cadastro Positivo dessas MPMEs – das quais, 2 milhões são de micros e pequenas e 500 mil de médias empresas pode resultar em uma injeção de recursos na economia do país da ordem de R$ 180 bilhões. Segundo o Banco Central, a expansão projetada para a carteira de crédito PJ, destinada a empreendedores desse porte, é de 35%.

Confira na tabela abaixo, a distribuição por Estado dos recursos em créditos novos que podem ser concedidos a micros, pequenas e médias empresas beneficiadas com a aprovação do Cadastro Positivo:

Fonte: Serasa Experian

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista