4.0 // manual4.4 // cabelo & barba

A cura para a calvície já existe

O que muitos pensam não passar de um desejo ou algo que ainda está muito distante de acontecer, a calvície, seja causada por uma doença ou de origem genética tem cura.

Mas o “milagre” vem somente das mãos de um médico especialista. “São muitos produtos e alimentos que pregam a solução para a queda de cabelo ou calvície, e não é verdade”, afirma o médico dermatologista, formado numa das melhores faculdades de medicina do Brasil, a Universidade Federal do Paraná, Dr. Leandro Ribeiro Mauro.

Obviamente, a queda de cabelo por estresse ou uma dieta que não seja equilibrada levará a alguns problemas que podem ter uma resolução mais simples, como medicamentos ou suplementos.

Já a calvície, aquela em que a pessoa que perde cabelo e sabe que não irá crescer novamente, somente um transplante capilar é capaz de devolver a beleza estética que o paciente procura.

“Trabalhamos com técnicas modernas e que exigem pouco tempo de recuperação, com resultados melhores e mais naturais”, explica o especialista em transplante capilar.

Os casos são analisados pelo médico e, a partir das condições apresentadas pelo paciente, é escolhido o melhor método de tratamento daquela calvície. “As técnicas estão aí há muitos anos, mas a evolução dos instrumentos e a precisão do processo tornaram o transplante na “cura” da calvície”, relata Dr. Leandro Mauro.

Cabelo de novo

Atualmente a FUE (Follicular Unit Extraction) – técnica minimamente invasiva de extração do folículo capilar, permite que sejam transplantadas células do próprio paciente, com menor área doadora e maior assertividade no tratamento, tendo grande impacto no resultado final, ou seja, um cabelo natural e que guardará a memória de onde foi retirado. “Ele (cabelo) não cai mais, porque utilizamos folículos não afetados pela genética, assim, quando transplantados, os fios terão a mesma vida daqueles que não têm a tendência às quedas”, ressalta Dr. Leandro Mauro.

É possível que o tratamento não funcione?

Todo procedimento médico, seja ele por questões de saúde ou estética, tem suas peculiaridades e seus riscos, e sendo assim, é necessário que algumas precauções sejam tomadas e a conduta cirúrgica planejada, desde o diagnóstico até a indicação clínica para realizar a cirurgia. São pontos fundamentais para aumentar as chances de sucesso do procedimento. Avaliando também qual a melhor técnica e se os medicamentos podem auxiliar no processo.

“É o mesmo em todo procedimento médico, há um estudo clínico para saber qual o melhor caminho a ser tomado diante de do problema que é apresentado pelo paciente, pois um caso é diferente do outro e não há universalidade de técnicas que possam servir a todo mundo, serial o ideal, mas não é”, diz Dr. Leandro Mauro.

Uma das preocupações dos pacientes é quanto à aparência do transplante capilar, na disposição dos fios e o formato do cabelo. A técnica passou por grandes avanços nos últimos anos, sobretudo no que tange o resultado estético.

“Hoje o resultado do transplante capilar é muito natural, tudo é feito para seguir exatamente como é o cabelo natural do paciente, por isso além de tratar a calvície de forma definitiva o aspecto é totalmente natural”, conclui o especialista.

Sobre Dr. Leandro Mauro
Dr. Leandro Ribeiro Mauro é graduado em Medicina pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduado em Dermatologia pelo Centro de Medicina Especializada, Pesquisa e Ensino (CEMEPE – MG). Em 2010 começou a focar seus estudos e a participar de cirurgias na área de transplante de cabelos. Em 2012 foi para Nova York realizar treinamentos específicos em transplante capilar no Mount Sinai Hospital sob a tutela dos renomados Dr. Walter Unger, da Dra. Robin Unger e do Dr. Carlos Wesley, no qual obteve o título de International Fellow in Hair Transplantation.

Foto: Divulgação

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista