PUBLICIDADE

mundo

Jogos de Tóquio: novo adiamento deve ser encorajado, defende Takahashi

Antes do adi¬≠a¬≠men¬≠to dos Jogos Ol√≠mpi¬≠cos e Par¬≠al√≠mpi¬≠cos de T√≥quio, o dis¬≠cur¬≠so das autori¬≠dades japone¬≠ses e do Comit√™ Ol√≠mpi¬≠co Inter¬≠na¬≠cional (COI) recha√ßa¬≠va a pos¬≠si¬≠bil¬≠i¬≠dade dos even¬≠tos n√£o ocor¬≠rerem em 2020, mes¬≠mo em meio √† pan¬≠demia do novo coro¬≠n¬≠av√≠rus (covid-19). Ap√≥s a con¬≠fir¬≠ma√ß√£o da mudan√ßa para o pr√≥x¬≠i¬≠mo ano, o otimis¬≠mo dos por¬≠ta-vozes parece ter arrefe¬≠ci¬≠do, e at√© o can¬≠ce¬≠la¬≠men¬≠to das dis¬≠putas j√° entrou em pau¬≠ta. Dire¬≠tor do Comit√™ Orga¬≠ni¬≠zador dos Jogos, Haruyu¬≠ki Taka¬≠hashi n√£o foi t√£o longe, mas aler¬≠tou para a pos¬≠si¬≠bil¬≠i¬≠dade de um novo adi¬≠a¬≠men¬≠to. Mais que isso: disse que, se necess√°rio, ele deve ser ‚Äúenco¬≠ra¬≠ja¬≠do‚ÄĚ.

Em depoi¬≠men¬≠to a jor¬≠nal¬≠is¬≠tas repro¬≠duzi¬≠do pelo di√°rio japon√™s Nikkan Sports, Taka¬≠hashi diz que se deve ‚Äúevi¬≠tar o can¬≠ce¬≠la¬≠men¬≠to‚ÄĚ dos Jogos e avisa que, se isso ocor¬≠rer, ‚Äúo Jap√£o e a econo¬≠mia mundi¬≠al ser√£o sev¬≠era¬≠mente atingi¬≠dos‚ÄĚ. Ain¬≠da segun¬≠do o diri¬≠gente, caso a covid-19 ain¬≠da n√£o este¬≠ja con¬≠tro¬≠la¬≠da e seja dif√≠¬≠cil man¬≠ter os even¬≠tos nas datas remar¬≠cadas, o novo adi¬≠a¬≠men¬≠to ‚Äúdeve ser enco¬≠ra¬≠ja¬≠do‚ÄĚ. A Olimp√≠a¬≠da est√° agen¬≠da¬≠da para ini¬≠ciar em 23 de jul¬≠ho, enquan¬≠to a Par¬≠alimp√≠a¬≠da come√ßar√° em 24 de agos¬≠to.

Tan¬≠to o gov¬≠er¬≠no japon√™s quan¬≠to o Comit√™ Orga¬≠ni¬≠zador admi¬≠ti¬≠ram, mais de uma vez, difi¬≠cul¬≠dade de imag¬≠i¬≠nar uma nova mudan√ßa de data para os Jogos. Al√©m dos even¬≠tos poster¬≠ga¬≠dos para 2021, como Mundi¬≠ais de Atletismo e Esportes Aqu√°ti¬≠cos, a tem¬≠po¬≠ra¬≠da de 2022 ter√° ain¬≠da a Copa do Mun¬≠do de fute¬≠bol, no Catar, e a Olimp√≠a¬≠da de Inver¬≠no, em Pequim (Chi¬≠na). Al√©m dis¬≠so, a esti¬≠ma¬≠ti¬≠va do di√°rio nip√īni¬≠co Nikkei, espe¬≠cial¬≠iza¬≠do em econo¬≠mia, √© de o j√° con¬≠suma¬≠do adi¬≠a¬≠men¬≠to das dis¬≠putas em T√≥quio para o pr√≥x¬≠i¬≠mo ano gere um cus¬≠to extra de US$ 2,7 bil¬≠h√Ķes  (equiv¬≠a¬≠lente a aprox¬≠i¬≠mada¬≠mente R$ 13 bil¬≠h√Ķes) entre manuten√ß√£o de estru¬≠turas e revis√£o de con¬≠tratos.

A propa¬≠ga√ß√£o da covid-19 √© pre¬≠ocu¬≠pante. S√£o quase 7,9 mil¬≠h√Ķes de casos con¬≠fir¬≠ma¬≠dos e mais de 431 mil mortes cau¬≠sadas pela doen√ßa no mun¬≠do. Em entre¬≠vista √† Ag√™n¬≠cia Brasil, o pres¬≠i¬≠dente do Comit√™ Par¬≠al√≠mpi¬≠co Brasileiro (CPB), Miza¬≠el Con¬≠ra¬≠do, avaliou que os Jogos em 2021 ter√£o que ser repen¬≠sa¬≠dos se a vaci¬≠na con¬≠tra a covid-19 n√£o for desen¬≠volvi¬≠da at√© o final deste ano.

Edição: Cláu­dia Soares Rodrigues/AB

PUBLICIDADE