PUBLICIDADE

economia

Investimentos registram alta de 0,4% em fevereiro

 

 - REVISTA MAISJR

(Crédito: Pixabay)

 

Os investimentos avan√ßaram 0,4% em fevereiro deste ano, na compara√ß√£o com janeiro. √Č o que mostra o Indicador Ipea de Forma√ß√£o Bruta de Capital Fixo (FBCF) divulgado hoje (4), pelo Instituto de Pesquisa Econ√īmica Aplicada (Ipea). Em rela√ß√£o a fevereiro de 2018, o aumento foi mais expressivo: 10,1%. Com isso, o crescimento acumulado em 12 meses chegou a 5,2%.

Entre os tr√™s componentes do FBCF,¬†o consumo aparente de m√°quinas e equipamentos (Came) –¬†cuja estimativa corresponde √† sua produ√ß√£o dom√©stica l√≠quida das exporta√ß√Ķes acrescida das importa√ß√Ķes ‚Ästapresentou crescimento de 2,9% em fevereiro, frente a janeiro, sendo o respons√°vel pelo bom desempenho do indicador no per√≠odo.

Entre os componentes do Came, a produ√ß√£o interna de bens de capital l√≠quida de exporta√ß√Ķes cresceu 43,5%, enquanto a importa√ß√£o de bens de capital retraiu 47,1% na margem. De acordo com o pesquisador Leonardo Mello de Carvalho, parte da volatilidade observada em fevereiro pode ser explicada pelos efeitos das opera√ß√Ķes de com√©rcio exterior envolvendo plataformas de petr√≥leo ocorridas no m√™s anterior, que provocaram fortes oscila√ß√Ķes nas exporta√ß√Ķes e importa√ß√Ķes de m√°quinas e equipamentos.

A construção civil, segundo componente, fechou fevereiro deste ano com recuo de 1,2% ante janeiro. O terceiro componente da FBCF, classificado como outros ativos fixos, também apresentou queda (0,6%) no período.

Na comparação com o mesmo período do ano anterior, o desempenho voltou a ser heterogêneo. Enquanto o Came cresceu 17,5% ante fevereiro de 2018, após avanço de 14% no mês anterior, a construção civil registrou variação negativa de 0,8%. Por fim, o componente outros cresceu 3,7% em relação a fevereiro de 2018