PUBLICIDADE

cursos

Especialista em novas tend√™ncias discute capacita√ß√£o para revolu√ß√£o digital no 7¬ļ F√≥rum IQA

Mauro Andreassa participar√° do encontro, que ser√° realizado dia 16 de setembro, no Centro de Conven√ß√Ķes Millenium, em S√£o Paulo

A ind√ļstria automotiva vivencia revolu√ß√£o digital sem precedentes, que exige novas compet√™ncias aos profissionais que atuam nas diversas √°reas. Investir em capacita√ß√£o alinhada com as tend√™ncias tecnol√≥gicas √© mandat√≥rio para o acompanhamento das mudan√ßas disruptivas e a sobreviv√™ncia no mercado.

O assunto √© o foco da apresenta√ß√£o de Mauro Andreassa, professor do Instituto Mau√° de Tecnologia (IMT), que participar√° do bloco ‚ÄúComo o Setor Automotivo Encantar√° o Consumidor Atrav√©s das Novas Tecnologias‚ÄĚ no 7¬ļ F√≥rum IQA, dia 16 de setembro, no Centro de Conven√ß√Ķes Millenium, em S√£o Paulo.

Segundo Andreassa, os alunos que est√£o nos anos finais de engenharia j√° precisam estudar fundamentos do mundo digital. ‚ÄúO mercado tem alta expectativa em quem sai da universidade, que precisa demonstrar capacidade de inova√ß√£o. Quem n√£o cumprir a expectativa ser√° facilmente substitu√≠do porque tamb√©m n√£o tem experi√™ncia‚ÄĚ, alerta.

Tamb√©m participam do bloco Bruno Ramos, gerente de Produto do Groupe PSA na Am√©rica Latina; Daniel Lange, l√≠der de Equipe de Inova√ß√£o da Robert Bosch; Ricardo Bacellar, l√≠der para Ind√ļstria Automotiva na KPMG Brasil; e Valter Luiz Knihs, diretor industrial de Sistemas e Mobilidade El√©trica da WEG. O bloco √© mediado por Fernanda Nascimento, s√≥cia-diretora da StratLab.

Mauro Andreassa possui 40 anos de viv√™ncia na ind√ļstria automobil√≠stica, sendo 36 na Ford, e atua como professor associado no Instituto Mau√° de Tecnologia (IMT) desde 1999. √Č graduado em f√≠sica pela Pontif√≠cia Universidade Cat√≥lica de S√£o Paulo (PUC-SP) e p√≥s-graduado em Administra√ß√£o de Empresas pela Faculdade de Economia e Administra√ß√£o da Universidade de S√£o Paulo (FEA-USP).