PUBLICIDADE

economia

D贸lar fecha o dia em R$ 5,24

Depois de cair para o menor n铆vel em quatro meses o d贸lar n茫o sustentou o recuo e fechou esta quarta-feira (2) em leve alta. A bolsa alternou altas e quedas, mas resistiu ao movimento de realiza莽茫o de lucros (venda de a莽玫es para embolsar ganhos recentes) e renovou a m谩xima desde o fim de fevereiro.

O d贸lar comercial encerrou o dia vendido a R$ 5,242, com alta de R$ 0,014 (+0,27%). A divisa chegou a operar em queda durante a manh茫. Na m铆nima do dia, por volta das 10h30, chegou a R$ 5,20. A partir das 13h, a cota莽茫o reverteu a queda e passou a operar em alta, mas sempre pr贸xima da estabilidade.

No mercado de a莽玫es, o 铆ndice Ibovespa, da B3, fechou esta quarta-feira aos 111.879 pontos, com alta de 0,43%. No maior n铆vel desde 21 de fevereiro, o indicador chegou a operar em baixa no fim da manh茫, mas o notici谩rio sobre as vacinas contra o novo coronav铆rus trouxe otimismo 脿s negocia莽玫es.

Os investidores reagiram 脿 aprova莽茫o, pelo Reino Unido, da nova vacina desenvolvida pelas empresas Pfizer e BioNTech. O pa铆s tornou-se a primeira na莽茫o ocidental a aprovar uma vacina, que pode come莽ar a ser aplicada na pr贸xima semana. Os 贸rg茫os reguladores norte-americanos estudam se autorizam o uso emergencial da vacina no pa铆s, que lidera as estat铆sticas mundiais de infec莽玫es de covid-19.

O mercado tamb茅m reagiu a dados mais fracos que o previsto no mercado de trabalho norte-americano. A baixa cria莽茫o de empregos impulsiona a cria莽茫o de um novo pacote de est铆mulos para os Estados Unidos, que injetar谩 d贸lares na economia mundial e diminuir谩 as press玫es sobre o c芒mbio em pa铆ses emergentes, como o Brasil.

*Com informa莽玫es da Reuters

PUBLICIDADE