PUBLICIDADE

esporte

Brasil se classifica em primeiro e enfrenta o México

A seleção brasileira conseguiu bater a Sérvia por 2 a 0, na tarde desta quarta-feira (27), no Estádio do Spartak, em Moscou, com gols de Paulinho e Thiago Silva. O resultado, aliado ao empate por 2 a 2 entre Suíça e Costa Rica, colocou a equipe canarinho no primeiro lugar do Grupo E.

Agora, nas oitavas de final, o Brasil terá pela frente o México, segundo colocado do Grupo F, e um dos responsáveis pela eliminação da Alemanha.

O lateral-esquerdo Marcelo, substitu√≠do logo no come√ßo da partida com dores na coluna, √© d√ļvida e n√£o sabe se enfrenta os mexicanos. O atacante Douglas Costa, se recuperando de les√£o na coxa, tamb√©m √© d√ļvida. J√° o lateral-direito Danilo, que sofreu uma les√£o muscular na regi√£o do quadril, deve voltar √† equipe nas oitavas de final. Por√©m, com as boas atua√ß√Ķes de Fagner, deve ser apenas op√ß√£o no banco.

Nas tr√™s rodadas, os mexicanos acumularam duas vit√≥rias e uma derrota e surpreenderam pelo futebol veloz e reativo. Na primeira rodada, bateram a toda poderosa Alemanha por 1 a 0. Na segunda, venceram a Coreia do Sul por 2 a 1. Na terceira e √ļltima rodada, enfrentou a Su√©cia, apresentou um futebol bem abaixo dos jogos anteriores, e saiu derrotada por 3 a 0.

O técnico da equipe é um velho conhecido do torcedor são-paulino. Juan Carlos Osório comandou o Tricolor em 28 jogos, entre junho e outubro de 2015, acumulando 12 vitórias, sete empates e nove derrotas. O treinador deixou a equipe paulista para comandar a seleção mexicana.

A equipe mexicana conta com destaques individuais, como os velozes Hirving Lozano e Carlos Vela. Al√©m do sempre decisivo e perigoso Javier ‚ÄúChicharito‚ÄĚ Hern√°ndez, com passagens por Real Madrid e Manchester United.

Brasil e México se enfrentam pelas oitavas de final, na segunda-feira (02), às 11 horas (de Brasília), na Cosmos Arena, em Samara.

 

Foto: Grigory Dukor/Reuters

PUBLICIDADE