PUBLICIDADE

mundo

P√≥s-pandemia, mundo pode buscar economia mais verde e igualit√°ria 

Os planos para reestru­tu­rar econo­mias dev­as­tadas após a pan­demia de coro­n­avírus ofer­e­cem uma chance de cri­ar sociedades mais ecológ­i­cas e igual­itárias em meio à revol­ta mundi­al cres­cente com a desigual­dade cada vez maior, disse o grupo Civi­cus.

A crise apro¬≠fun¬≠dou e explic¬≠i¬≠tou as desigual¬≠dades econ√īmi¬≠cas, com muitos empre¬≠gos essen¬≠ci¬≠ais, como entre¬≠ga de ali¬≠men¬≠tos e cuida¬≠dos m√©di¬≠cos, mal remu¬≠ner¬≠a¬≠dos, inse¬≠gu¬≠ran√ßa no tra¬≠bal¬≠ho e pou¬≠cas sal¬≠va¬≠guardas soci¬≠ais, disse a orga¬≠ni¬≠za¬≠√ß√£o inter¬≠na¬≠cional de a√ß√£o civ¬≠il.

‚ÄúEste real¬≠mente √© um divi¬≠sor de √°guas‚ÄĚ, disse o chefe de pro¬≠gra¬≠mas Man¬≠deep Tiwana √† Thom¬≠son Reuters Foun¬≠da¬≠tion em uma entre¬≠vista de Nova York, acres¬≠cen¬≠tan¬≠do que o deses¬≠pero pode trans¬≠bor¬≠dar na for¬≠ma de tumul¬≠tos se nen¬≠hu¬≠ma a√ß√£o for ado¬≠ta¬≠da.

‚ÄúAs pes¬≠soas est√£o ao mes¬≠mo tem¬≠po fam¬≠intas e revoltadas‚Ķ √© abso¬≠lu¬≠ta¬≠mente cr√≠ti¬≠co que neste momen¬≠to os tomadores de decis√£o fa√ßam com que aque¬≠les que est√£o sofren¬≠do mais pri¬≠va√ß√£o sejam os primeiros a serem lem¬≠bra¬≠dos‚ÄĚ.

Mais de 1 bil­hão de tra­bal­hadores, muitos deles mal pagos, podem perder seus empre­gos por causa da pan­demia, aler­tou a Orga­ni­za­ção Inter­na­cional do Tra­bal­ho (OIT) no mês pas­sa­do.

A Civi­cus disse que quais­quer ten­ta­ti­vas de reafir­mar políti­cas de aus­teri­dade ou pri­orizar as neces­si­dades das grandes empre­sas em recu­per­ação devem ser evi­tadas, já que os impactos afe­tari­am aque­les que já sofr­eram mais.

A enti¬≠dade tam¬≠b√©m pediu a√ß√Ķes de com¬≠bate √† mudan√ßa clim√°ti¬≠ca, inclu¬≠sive incen¬≠ti¬≠van¬≠do as pes¬≠soas a con¬≠tin¬≠uar tra¬≠bal¬≠han¬≠do de maneiras que reduzam as pegadas de car¬≠bono e desen¬≠vol¬≠ven¬≠do pro¬≠postas ecol√≥g¬≠i¬≠cas para fomen¬≠tar a pro¬≠du√ß√£o, o con¬≠sumo e os empre¬≠gos sus¬≠ten¬≠t√°veis.

Protestos real­iza­dos em 2019 já mostraram uma tendên­cia clara de clam­ores por econo­mias mais jus­tas, disse a Civi­cus em seu relatório anu­al com base em 50 entre­vis­tas com ativis­tas da sociedade civ­il e líderes de todo o mun­do.

Muitas man¬≠i¬≠fes¬≠ta√ß√Ķes foram des¬≠en¬≠cadeadas por press√Ķes econ√īmi¬≠cas ‚Äďdos cus¬≠tos do trans¬≠porte no Chile aos pre√ßos dos com¬≠bust√≠veis no Zim¬≠b√°bue‚Äď, mas se tornaram cam¬≠pan¬≠has mais amplas con¬≠tra as desigual¬≠dades e a cor¬≠rup√ß√£o, dis¬≠ser¬≠am pesquisadores.

Sep­a­rada­mente, ativis­tas pedi­ram refor­mais globais para impedir que empre­sas que usam paraí­sos fis­cais rece­bam pacotes de aju­da finan­ceira con­tra a Covid-19 e para garan­tir que os país­es em desen­volvi­men­to rece­bam as ren­das que pre­cisam para finan­ciar sua recu­per­ação do coro­n­avírus.

Por Sonia Elks / LONDRES (Thom¬≠son Reuters Foun¬≠da¬≠tion)

PUBLICIDADE