entretenimentoesporte

Jair balança e presidente do Santos não garante permanência em caso de nova derrota

presidente do Santos, José Carlos Peres, pela primeira vez não garantiu a manutenção do técnico Jair Ventura no cargo. O mandatário alvinegro afirmou que o trabalho do treinador será reavaliado na quinta-feira (14), após a partida contra o Fluminense, na quarta-feira (13), e antes da parada para a Copa do Mundo.

O desempenho no Campeonato Brasileiro é o principal motivo para Jair balançar no cargo. Atualmente, o Santos ocupa a 16ª colocação com 10 pontos, um a mais do que o Atlético-PR, primeiro clube da zona de rebaixamento.

Após reunião do Comitê de Gestão nesta segunda-feira (11), Peres admitiu a insatisfação com o atual momento do clube no Brasileiro e não garantiu a manutenção de Jair Ventura em caso de uma nova derrota: “Temos um jogo contra o Fluminense, não vamos esquecer da classificação na Libertadores e Copa do Brasil, mas não está bem no Brasileiro. Depois desse jogo, vamos nos reunir e fazer um balanço, uma conversa franca para entender. Estar a um ponto da zona de rebaixamento não é confortável. Eu também não estou garantido, temos que ver o que ele precisa. O conjunto que vai decidir o que vai acontecer daqui para frente”

Jair Ventura, até aqui, comandou o Santos em 34 jogos, com 13 vitórias, 7 empates e 14 derrotas. O aproveitamento é de apenas 45%. O treinador chegou à equipe após trabalho de destaque no Botafogo. Onde, com um grupo de jogadores limitados, montou uma equipe organizada e reativa, que chegou às quartas de final da Libertadores. No Peixe, o sucesso não se repetiu.

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista