2.0 // dossiê2.3 // meu dinheiro

Entenda a importância da educação financeira

A educação financeira tem papel importante na vida das pessoas. Tê-la gera impactos positivos, uma vez que ela proporciona saber economizar, poupar e investir. Já a sua falta, traz impactos negativos, especialmente a falta de dinheiro, finanças descontroladas e a não realização de sonhos, entre outras situações problemáticas. “Aprender a lidar com o dinheiro é ter as rédeas da própria vida financeira nas mãos, mesmo que haja um profissional do ramo ajudando a lidar com elas. Isso dá um certo poder, não apenas no presente, mas também para o futuro, e nas mais diversas áreas da vida. São muitos os benefícios”, explica Thiago Silva, fundador da Maway Global Investments.

As influências das finanças

No Brasil, não é comum ter a educação financeira no currículo escolar como disciplina. Assim, quem deseja obter conhecimentos nessa área deve buscá-lo. Quem busca, aprende e pratica, caminha em direção à independência financeira. E essa é uma condição que vai além do dinheiro, afinal, todas as áreas da vida sofrem influência das finanças. Não importa a idade da pessoa, se apropriar desta ferramenta pode proporcionar uma melhoria na qualidade de vida, não apenas no setor financeiro.

Mesmo que as pessoas não se deem conta, o desequilíbrio nas finanças compromete a vida pessoal, profissional e familiar. Autoestima abalada, nervosismo, perda de confiança, desânimo, queda na produtividade e insônia são alguns dos impactos gerados por problemas financeiros, podendo levar o indivíduo ao chamado estresse financeiro.

O caminho da independência financeira

Uma pessoa que desenvolve suas habilidades financeiras acaba mudando hábitos e comportamentos. Torna-se mais poderosa, inclusive para lidar com imprevistos que exigem recursos monetários imediatamente. Aprende a lidar com o dinheiro e a fazê-lo trabalhar em seu favor.

Alguns dos benefícios proporcionados pela educação financeira:

  • Deixar de ser um comprador compulsivo e impulsivo;
  • Fazer compras mais conscientes;
  • Saber fazer e seguir um planejamento financeiro;
  • Aprender a economizar dinheiro;
  • Adquirir o hábito de poupar uma quantia mensalmente;
  • Estabelecer metas financeiras para atingir propósitos;
  • Aprender a usar o dinheiro com consciência;
  • Compreende o que são ativos e passivos financeiros.
  • Avalia o seu perfil de investidor;
  • Começa a fazer investimentos financeiros de acordo com o seu perfil;
  • Aprender a diversificar os investimentos, inclusive fora do país;

É com a boa educação financeira que muitas pessoas conseguem uma vida mais equilibrada, com mais qualidade, e chegam à realização de seus sonhos e objetivos. “Nunca é tarde demais para aprender sobre finanças e a cuidar do dinheiro de forma saudável. O mercado financeiro tem oportunidades para todos, basta saber como aproveitá-las. Recorrer à profissionais independentes e que trabalhem alinhados aos seus objetivos também é uma atitude positiva”, finaliza Silva.

 

Foto: Pixabay

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista