5.0 // maquinas5.1 // carros

Em dez dias, dois eventos movimentam R$540 mi em São Paulo

Hoje começa um dos eventos de maior movimentação econômica de São Paulo: O Salão Internacional do Automóvel. Até o dia 20 de novembro, o São Paulo Expo espera reunir um público de pelo menos 750 mil participantes, se repetir o sucesso das edições anteriores, gerando um impacto de R$280 milhões. Ao mesmo tempo, de 11 a 13 de novembro, será realizado o Grande Prêmio Brasil de Formula 1, no Autódromo de Interlagos, que tem a expectativa de reunir cerca de 135 mil amantes do esporte, com um impacto de R$260 milhões, seguindo os números de 2015.

O mês de novembro costuma ser um ponto alto para o turismo em São Paulo. Em 2015, registrou 75,38% na taxa de ocupação nos hotéis, quando a média do ano batia em 61,42%, de acordo com relatórios do Observatório do Turismo e Eventos da Cidade de São Paulo. O ISS recolhido no período foi de R$24.021.306,00, sendo 5,5% a mais que outubro do mesmo ano e 2,5% acima do mesmo período do ano anterior.

Hotéis ouvidos pela reportagem se mostraram otimistas com os eventos para 2016, com alguns esperando atingir 100% de ocupação. A organização do GP espera pelo menos os mesmos números de 2015 da prova.

Destaque da edição anterior, estudo feito pelo Observatório mostrou moradores de São Paulo como 49,3% do público participante do GP (em 2014 eram 20,70%). Os visitantes nacionais ficaram 3 dias na cidade, gastando R$3.040,00 no período, 15% a mais que 2014.

Novembro reserva ainda mais para São Paulo. De acordo com o calendário de eventos do São Paulo Convention & Visitors Bureau (SPCVB), estão cadastrados 138 eventos, entre congressos, feiras, simpósios e demais encontros, com público estimado de 2.044.417 participantes no total, espalhados por todas as regiões da cidade.

Toni Sando, Presidente Executivo da Entidade, explica a importância dos eventos para o turismo em São Paulo. “O setor já se provou essencial para a economia do destino. O momento é de mobilizar para captar e apoiar mais eventos para a cidade e cidades associadas, movimentando toda a cadeia produtiva de turismo, eventos e viagens em dezenas de segmentos direta e indiretamente relacionados”, detalha.

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista