PUBLICIDADE

carros & motostecnologia

Cinco fatos que explicam a evolução dos smartwatches

Por José Bra­ga

 - REVISTA MAISJR

Da mes¬≠ma for¬≠ma que acon¬≠te¬≠ceu com os smart¬≠phones, o mer¬≠ca¬≠do de smart¬≠watch¬≠es deixou de ser arti¬≠go de luxo e tornou-se mais acess√≠v¬≠el √† pop¬≠u¬≠la√ß√£o. Dessa for¬≠ma, tem tudo para crescer e se con¬≠sol¬≠i¬≠dar como item tec¬≠nol√≥gi¬≠co essen¬≠cial em um futuro pr√≥x¬≠i¬≠mo. Uma pesquisa con¬≠duzi¬≠da pela IDC, por exem¬≠p¬≠lo, mostra que os smart¬≠watch¬≠es devem lid¬≠er¬≠ar o seg¬≠men¬≠to dos ‚Äúvest√≠veis‚ÄĚ em 2022, com 38,3% do mer¬≠ca¬≠do e cresci¬≠men¬≠to m√©dio anu¬≠al de 17,9% at√© l√°. Parece uma real¬≠i¬≠dade improv√°v¬≠el atual¬≠mente, mas essa cat¬≠e¬≠go¬≠ria d√° sinais de amadurec¬≠i¬≠men¬≠to ao incor¬≠po¬≠rar novos recur¬≠sos diari¬≠a¬≠mente. Con¬≠fi¬≠ra cin¬≠co fatos que expli¬≠cam porque deve crescer e se pop¬≠u¬≠larizar ain¬≠da mais nos pr√≥x¬≠i¬≠mos anos.

Com­bi­nação de esti­lo e tec­nolo­gia

Mais do que util¬≠it√°rios, os rel√≥¬≠gios s√£o acess√≥rios da moda. Diver¬≠sos mod¬≠e¬≠los pos¬≠suem design difer¬≠en¬≠ci¬≠a¬≠dos, metais pre¬≠ciosos e at√© pos¬≠suem grifes espec√≠¬≠fi¬≠cas. No caso dos smart¬≠watch¬≠es, a est√©ti¬≠ca alia-se √† tec¬≠nolo¬≠gia, amplian¬≠do todas as pos¬≠si¬≠bil¬≠i¬≠dades. Al√©m do visu¬≠al futur¬≠ista, √© pos¬≠s√≠v¬≠el mudar a apar√™n¬≠cia da tela da mes¬≠ma for¬≠ma como tro¬≠camos o papel de parede do com¬≠puta¬≠dor, por exem¬≠p¬≠lo.

 Alta conec¬≠tivi¬≠dade

Os rel√≥¬≠gios inteligentes lev¬≠am a conec¬≠tivi¬≠dade pos¬≠si¬≠bil¬≠i¬≠ta¬≠da pelos smart¬≠phones a um out¬≠ro pata¬≠mar. J√° exis¬≠tem aplica¬≠tivos que con¬≠tro¬≠lam diver¬≠sos eletrodom√©s¬≠ti¬≠cos da casa, como cafeteiras e lava-lou√ßas, e at√© mes¬≠mo a ilu¬≠mi¬≠na√ß√£o pode ser con¬≠tro¬≠la¬≠da por meio de toques na tela do dis¬≠pos¬≠i¬≠ti¬≠vo. Tam¬≠b√©m √© pos¬≠s√≠v¬≠el ler e‚ÄĎmails, visu¬≠alizar not√≠¬≠cias, chamar um trans¬≠porte, visu¬≠alizar redes soci¬≠ais, entre out¬≠ros pon¬≠tos.

Pos¬≠si¬≠bil¬≠i¬≠dade de lig¬≠a√ß√Ķes

Rece¬≠ber chamadas tele¬≠f√īni¬≠cas n√£o √© mais exclu¬≠sivi¬≠dade dos celu¬≠lares. Hoje, os smart¬≠watch¬≠es j√° con¬≠seguem aten¬≠der lig¬≠a√ß√Ķes rece¬≠bidas no celu¬≠lar ‚Äď bas¬≠ta deixar os dois apar¬≠el¬≠hos conec¬≠ta¬≠dos via blue¬≠tooth, por exem¬≠p¬≠lo. No futuro, a tend√™n¬≠cia √© o rel√≥¬≠gio inteligente ter autono¬≠mia para n√£o s√≥ aten¬≠der, mas faz¬≠er as pr√≥prias chamadas sem ter o suporte dos smart¬≠phones.

Paga­men­tos

Assim como j√° √© pos¬≠s√≠v¬≠el aten¬≠der uma lig¬≠a√ß√£o sem tirar o celu¬≠lar do bol¬≠so, o smart¬≠watch¬≠es √© capaz de faz¬≠er paga¬≠men¬≠tos sem o uso do cart√£o. Os sis¬≠tema de paga¬≠men¬≠to m√≥v¬≠el, como Apple Pay e Sam¬≠sung Pay, j√° s√£o uma real¬≠i¬≠dade em grande parte do plan¬≠e¬≠ta. Assim, bas¬≠ta cadas¬≠trar seu cart√£o de cr√©di¬≠to ou d√©bito no rel√≥¬≠gio e, quan¬≠do encon¬≠trar uma loja cre¬≠den¬≠ci¬≠a¬≠da, aprox¬≠im√°-lo da m√°quina de cart√£o para efe¬≠t¬≠u¬≠ar a com¬≠pra.

 Orga¬≠ni¬≠za¬≠√ß√£o de roti¬≠na

√Č ineg√°v¬≠el o poder que o rel√≥¬≠gio pos¬≠sui em nos¬≠sa roti¬≠na: sem¬≠pre que podemos, con¬≠fe¬≠r¬≠i¬≠mos as horas mostradas pelos pon¬≠teiros. Imag¬≠ine isso poten¬≠cial¬≠iza¬≠do com a com¬≠bi¬≠na√ß√£o entre mar¬≠ca√ß√£o de tem¬≠po, agen¬≠da, tare¬≠fas e noti¬≠fi¬≠ca√ß√Ķes. Com o smart¬≠watch, o usu√°rio pode sin¬≠cronizar todos os afaz¬≠eres do dia de acor¬≠do com o seu hor√°rio e pro¬≠gra¬≠mar aler¬≠tas e avi¬≠so de noti¬≠fi¬≠ca√ß√Ķes para lem¬≠br√°-lo ao lon¬≠go do dia.

Fotos: Divul­gação

 

PUBLICIDADE