PUBLICIDADE

brasil

Prefeito atribui colapso em Araraquara a nova cepa e alerta para risco nacional

O prefeito de Araraquara (SP), Edinho Silva (PT), vê riscos de faltar oxigênio e médicos nas cidades atingidas pela nova cepa do coronavírus.

‚ÄúA situa√ß√£o √© grave, √© o pren√ļncio de algo muito ruim. Outras regi√Ķes est√£o sentindo a doen√ßa crescendo de forma vertiginosa‚ÄĚ, disse o prefeito √†¬†CNN Brasil.

A cidade j√° conseguiu autoriza√ß√£o do Estado para abrir novos leitos nos hospitais, mas, segundo Edinho, est√° dif√≠cil compor equipes m√©dicas completas para atender todos os pacientes.¬†‚ÄúEst√° muito dif√≠cil ampliar leitos por 2 motivos: falta de equipe m√©dica e produ√ß√£o de oxig√™nio‚ÄĚ, disse.

O prefeito sugeriu que outras cidades também busquem ampliar a infraestrutura local de produção de oxigênio. Edinho explicou que os pacientes infectados pela nova cepa demandam maior quantidade de oxigênio, e que a cidade ampliou a oferta com uma usina de produção de oxigênio para o hospital de campanha.

Mas, segundo ele, outra usina seria necess√°ria para atender a todos.

‚ÄúN√£o falta oxig√™nio¬†[em Araraquara], pois estamos sendo extremamente respons√°veis e estamos acoplando os cilindros, mas o cilindro muda a press√£o, tem que trocar, por isso √© que √© essencial a usina‚ÄĚ, afirmou.

Embora Araraquara tenha sido, em 2020, uma das cidades brasileiras com menor letalidade por covid-19 entre munic√≠pios com mais de 100 mil habitantes, a √°rea de sa√ļde come√ßou a notar, na 2¬™ quinzena de janeiro, uma mudan√ßa no ritmo das contamina√ß√Ķes e agravamento da situa√ß√£o dos pacientes internados.

Com mais pacientes do que leitos dispon√≠veis, o sistema de sa√ļde local foi ao colapso. Por isso, o munic√≠pio aumentou as restri√ß√Ķes ao com√©rcio e deslocamentos.

“A situação é: ou façamos com que a curva de contaminação caia ou não teremos como colocar nos hospitais todos os doentes“, afirmou o prefeito.

Edinho disse que notificou o governo do Estado e o Minist√©rio da Sa√ļde sobre a situa√ß√£o na cidade e pediu vacina√ß√£o em massa.¬†‚ÄúMas isso tem que ser pactuado com o governo federal e o estadual‚Äú.

Segundo ele, seria necess√°rio vacinar em larga escala a popula√ß√£o das cidades atingidas pela nova cepa.¬†‚Äú√Č uma demanda, inclusive do ponto de vista cient√≠fico‚Ķ At√© para sabermos a efici√™ncia das vacinas contra a cepa de Manaus‚ÄĚ, afirmou.

‚ÄúReivindicamos as vacinas e precisamos dos leitos para enfrentar a covid. Os munic√≠pios n√£o v√£o suportar o aumento da doen√ßa e da nova caracter√≠stica da doen√ßa. Por isso a habilita√ß√£o de leitos pelo governo federal tamb√©m √© fundamental‚ÄĚ, explicou.

‚Äú√Č nas cidades que as pessoas est√£o ficando doentes. Araraquara n√£o √© um ponto fora da curva. Esse ser√° o cen√°rio nacional e √© para isso que devemos estar atentos para evitar o colapso do sistema de sa√ļde.‚ÄĚ

Nesta 2¬™ feira (22.fev.2021),¬†Araraquara entrou em ‚Äúlockdown‚Ä̬†total por 60 horas.¬†Bancos, f√°bricas, supermercados, postos de combust√≠veis e todo com√©rcio, al√©m dos servi√ßos p√ļblicos n√£o essenciais, dever√£o ser fechados. Carros e √īnibus do transporte p√ļblico n√£o poder√£o circular.

*Com informa√ß√Ķes do Poder360

PUBLICIDADE