PUBLICIDADE

economia

Poupan√ßa tem capta√ß√£o l√≠quida de R$ 37,2 bilh√Ķes em maio e bate novo recorde

Em mais um m√™s de forte movi¬≠men¬≠ta√ß√£o, a cader¬≠ne¬≠ta de poupan√ßa reg¬≠istrou cap¬≠ta√ß√£o l√≠qui¬≠da de R$ 37,2 bil¬≠h√Ķes em maio. Resul¬≠ta¬≠do de dep√≥si¬≠tos de R$ 235 bil¬≠h√Ķes e reti¬≠radas de R$ 197,9 bil¬≠h√Ķes, o val¬≠or √© o maior de toda a s√©rie hist√≥ri¬≠ca do Ban¬≠co Cen¬≠tral, ini¬≠ci¬≠a¬≠da em 1995, ultra¬≠pas¬≠san¬≠do o recorde men¬≠sal ante¬≠ri¬≠or, de abril (com cap¬≠ta√ß√£o l√≠qui¬≠da de R$ 30,5 bil¬≠h√Ķes).

Este foi o ter¬≠ceiro m√™s segui¬≠do de sal¬≠do l√≠qui¬≠do pos¬≠i¬≠ti¬≠vo da poupan√ßa, que acu¬≠mu¬≠la, no ano, cap¬≠ta√ß√£o de R$ 63,9 bil¬≠h√Ķes.

A forte entra­da de recur­sos ocorre em um cenário de grande incerteza e volatil­i­dade para o mer­ca­do finan­ceiro, por con­ta da Covid-19, e mar­ca­do por incen­tivos fis­cais ado­ta­dos pelo gov­er­no para min­i­mizar os impactos da doença sobre a econo­mia.

Uma das medi¬≠das anun¬≠ci¬≠adas foi o aux√≠lio emer¬≠gen¬≠cial de R$ 600 para brasileiros de baixa ren¬≠da que sejam tra¬≠bal¬≠hadores aut√īnomos, infor¬≠mais ou microem¬≠preende¬≠dores indi¬≠vid¬≠u¬≠ais, cuja segun¬≠da parcela come√ßou a ser paga em maio.

De acor¬≠do com o Tesouro Nacional, a pre¬≠vis√£o de gas¬≠tos com a aju¬≠da aos infor¬≠mais √© de R$ 152,6 bil¬≠h√Ķes. At√© o momen¬≠to, j√° foram desem¬≠bol¬≠sa¬≠dos R$ 76,9 bil¬≠h√Ķes para o pro¬≠gra¬≠ma.

Baixa rentabilidade

Com a taxa b√°si¬≠ca de juros em seu menor pata¬≠mar hist√≥ri¬≠co, de 3% ao ano, e de expec¬≠ta¬≠ti¬≠va de um novo corte da Sel¬≠ic em jun¬≠ho, as apli¬≠ca√ß√Ķes de ren¬≠da fixa, que j√° estavam ren¬≠den¬≠do pouco, pas¬≠sam a ofer¬≠e¬≠cer pr√™mios ain¬≠da menores.

Em maio, a poupan√ßa ren¬≠deu 0,22%, ante vari¬≠a√ß√£o de 0,24% do CDI, o prin¬≠ci¬≠pal ref¬≠er¬≠en¬≠cial das apli¬≠ca√ß√Ķes de ren¬≠da fixa. No ano, o rendi¬≠men¬≠to da cader¬≠ne¬≠ta chega a 1,20% (ante 1,54% do CDI) e, em 12 meses, a 3,96%, enquan¬≠to o CDI tem vari¬≠a√ß√£o de 4,92%.

Com infor¬≠ma√ß√Ķes do Ban¬≠co Cen¬≠tral e InfoMoney

PUBLICIDADE