PUBLICIDADE

economia

PIB cresce 0,8% no 3 trimestre e chega a R$ 1,7 trilh√£o

O Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 0,8% no terceiro trimestre ante o segundo trimestre de 2018, totalizando em valores correntes R$ 1,716 trilh√£o. Os dados das Contas Trimestrais, divulgados hoje (30) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estat√≠stica (IBGE), apontam altas de 0,7% na agropecu√°ria, 0,5% nos servi√ßos e 0,4% na ind√ļstria. J√° no acumulado do ano, o PIB cresceu 1,1%, em rela√ß√£o a igual per√≠odo de 2017.

Segundo a coordenadora de Contas Nacionais do IBGE, Rebece Palis, apesar de a agropecu√°ria ter apresentado o maior crescimento, os servi√ßos foram o que mais influenciaram a taxa, j√° que s√£o o setor de maior peso no PIB. ¬†A pesquisa mostra que todas as atividades do segmento apresentaram resultado positivo entre o segundo e o terceiro trimestre, com destaque para Transporte, armazenagem e correio (2,6%). ‚ÄúEsse aumento tem rela√ß√£o com a greve dos caminhoneiros, um efeito de compensa√ß√£o ap√≥s a paralisa√ß√£o ocorrida no segundo tri‚ÄĚ, explica.

Al√©m de Transporte, armazenagem e correio, registraram alta: Com√©rcio (1,1%); Atividades imobili√°rias (1,0%); Atividades financeiras, de seguros e servi√ßos relacionados (0,4%); Informa√ß√£o e comunica√ß√£o (0,2%); Outras atividades de servi√ßos (0,2%); e Administra√ß√£o, defesa, sa√ļde e educa√ß√£o p√ļblicas e seguridade social (0,1%).

A pesquisadora destaca ainda o com√©rcio, alinhado ao aumento do consumo das fam√≠lias como fator contribuinte para o crescimento do PIB no terceiro trimestre de 2018. O consumo das fam√≠lias e do governo cresceram, respectivamente, 0,6% e 0,3% nesta compara√ß√£o. J√° em rela√ß√£o ao setor externo, as exporta√ß√Ķes de bens e servi√ßos aumentaram 6,7%, enquanto as importa√ß√Ķes de bens e servi√ßos cresceram 10,2% em rela√ß√£o ao segundo trimestre de 2018. ‚ÄúO destaque foi a demanda interna, j√° que o setor externo contribuiu negativamente, uma vez que as importa√ß√Ķes cresceram mais que as exporta√ß√Ķes‚ÄĚ, disse Rebeca.

Na compara√ß√£o com o terceiro trimestre de 2017, a varia√ß√£o do PIB foi de 1,3%. ¬†Dentre as atividades que mais contribu√≠ram para alta, a de agropecu√°ria cresceu 2,5%, principalmente, por conta do aumento na produ√ß√£o anual e ganho de produtividade do caf√© (26,6%) e do algod√£o herb√°ceo (28,4%), suplantando o fraco desempenho de culturas como cana de a√ß√ļcar, mandioca, laranja e milho.

A Ind√ļstria teve varia√ß√£o positiva de 0,8%. As Ind√ļstrias de transforma√ß√£o cresceram 1,6%. O resultado foi influenciado, principalmente, pelo aumento da fabrica√ß√£o de ve√≠culos; de produtos derivados do petr√≥leo e de biocombust√≠veis; de celulose e papel; m√°quinas e equipamentos; ind√ļstria farmac√™utica e produtos de metal. ¬†J√° as Ind√ļstrias extrativas se expandiram em 0,7% em rela√ß√£o ao terceiro trimestre de 2017, puxadas pela alta na extra√ß√£o de min√©rios ferrosos.

Foto: Divulgação

PUBLICIDADE