PUBLICIDADE

6.0 - ESTILO DE VIDAesporte

Palmeiras sai na frente do Corinthians em cl√°ssico marcado por confus√£o

Depois de quatro dérbis seguidos, o Palmeiras voltou a vencer o Corinthians. E o momento não poderia ter sido melhor: na primeira partida da final do Campeonato Paulista, em plena Arena, o time alviverde fez 1 a 0 no rival e agora precisa de apenas um empate para ser campeão.

O gol do triunfo foi marcado por Miguel Borja, logo aos sete minutos de partida. Ele aproveitou passe de Willian, que aproveitou rebote da trave após cruzamento de Dudu, em jogada ensaiada com Lucas Lima em um escanteio pela esquerda. Cássio acabou surpreendido.

O clássico também teve confusão, nos minutos finais do primeiro tempo. Felipe Melo e Clayson, que já alimentam rivalidade desde 2017 e sequer se cumprimentaram quando se cruzaram antes de a bola rolar, deixaram seus times com um a menos na etapa complementar.

A decisiva partida de volta da decisão do Estadual acontecerá no próximo domingo, às 16h, no Allianz Parque. O Palmeiras jogará por um empate, enquanto o Corinthians precisará vencer por dois gols de diferença ou por um para levar a definição do campeão para os pênaltis.

O clássico também teve confusão, nos minutos finais do primeiro tempo. Felipe Melo e Clayson, que já alimentam rivalidade desde 2017 e sequer se cumprimentaram quando se cruzaram antes de a bola rolar, deixaram seus times com um a menos na etapa complementar.

A decisiva partida de volta da decisão do Estadual acontecerá no próximo domingo, às 16h, no Allianz Parque. O Palmeiras jogará por um empate, enquanto o Corinthians precisará vencer por dois gols de diferença ou por um para levar a definição do campeão para os pênaltis.

Antes disso, contudo, o Palmeiras voltará a campo nesta terça-feira, às 21h30, também em casa, mas pela Copa Libertadores, contra o Alianza Lima-PER. Já o Corinthians descansa.

Início palmeirense

Sete minutos. Foi apenas esse o tempo que o Palmeiras precisou para sair na frente no placar contra o Corinthians, algo que ainda n√£o havia acontecido nos √ļltimos quatro encontros entre os times. Borja, artilheiro do Paulista, foi o respons√°vel pelo gol, seu s√©timo no campeonato.

O Corinthians bem que tentou responder e, logo depois, aos nove, exigiu boa defesa de Jaílson. Clayson ganhou na velocidade da defesa alviverde e rolou para Mateus Vital, já dentro da área. Ele cortou para a esquerda e bateu, mas parou no goleiro rival, que espalmou.

Aos 20, nova chance da equipe da casa, agora com Clayson, após cruzamento de Vital. A bola passou por Emerson Sheik e encontrou o atacante do lado esquerdo da área. O desfecho da finalização, porém, foi o mesmo da anterior: parou nas mãos de Jaílson, que agarrou.

Com mais posse de bola ‚Äď foram mais de 70% na etapa inicial ‚Äď, o Corinthians conseguiu criar mais chances, mas sem buscar o empate ‚Äď ou faltou pontaria, ou estava l√° Ja√≠lson.

 - REVISTA MAISJR

Bruno Ulivieri/Raw Image

Clima de tens√£o, dois expulsos

O primeiro tempo j√° caminhava para o final quando uma grande confus√£o fez lembrar 1999, na √ļltima vez que Corinthians e Palmeiras haviam decidido um Paulista. Depois de muito empurra-empurra, dois cart√Ķes vermelhos para cada lado, para Felipe Melo e Clayson.

A confus√£o teve in√≠cio ap√≥s uma disputa na lateral entre Henrique e Borja, sem falta marcada pela arbitragem. Dali em diante, a confus√£o envolveu quase todos os atletas, mas uma m√£o que Melo deixou no rosto de Clayson, que reagiu explodindo, causou as duas expuls√Ķes.

Pouco futebol no segundo tempo

Com dez jogadores para cada lado, o Corinthians tentou mudar a hist√≥ria da partida com duas substitui√ß√Ķes logo aos dez minutos. Entraram Pedrinho e Romero nas vagas de Vital e Sidcley ‚Äď Maycon foi deslocado para a lateral esquerda. No Palmeiras, Mois√©s voltou do intervalo no lugar de Borja, e pouco depois Diogo Barbosa substituiu Victor Lu√≠s.

Foi s√≥ aos 25 minutos, por√©m, que o Corinthians voltar a incomodar o gol de Ja√≠lson, em chute por cima de Maycon. Foi a primeira finaliza√ß√£o da segunda etapa, que serviu para levantar a torcida alvinegra, mas foi s√≥. O Palmeiras se segurou bem e ainda amea√ßou em contragolpes, encaminhando assim a conquista. Basta um empate diante de sua torcida…

Ficha técnica:
Corinthians 0 x 1 Palmeiras

Local: Arena Corinthians, em S√£o Paulo (SP)
Data: 31 de março de 2018, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
√Ārbitro: Leandro Bizzio Marinho
Assistentes: Danilo Ricardo e Miguel Cataneo
P√ļblico: 43.535 pagantes
Renda: R$ 3.182.923,60
Cart√Ķes amarelos: Henrique, Romero, Gabriel, Maycon (COR); Willian, Borja, Lucas Lima, Bruno Henrique, Dudu, Thiago Santos (PAL)
Cart√Ķes vermelhos: Clayson (COR); Felipe Melo (PAL)
Gol: Palmeiras: Borja, aos 7 minutos do primeiro tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley (Romero); Gabriel e Maycon; Mateus Vital (Pedrinho), Rodriguinho e Clayson; Emerson Sheik (Danilo) Técnico: Fábio Carille

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Antonio Carlos, Thiago Martins e Victor Luis (Diogo Barbosa); Felipe Melo; Dudu, Bruno Henrique (Thiago Santos), Lucas Lima e Willian; Borja (Moisés) Técnico: Roger Machado

Fonte: ESPN
Foto de capa: Eduardo Carmim/Photo Premium

PUBLICIDADE