PUBLICIDADE

Gestão

Nova lista de doenças do trabalho inclui Covid-19, burnout e vários tipos de câncer

Depois de 24 anos, o Ministério da Saúde divulgou atualização da lista de doenças relacionadas ao trabalho. O número de códigos de diagnósticos saltou de 182 para 347, quase o dobro da anterior (90,6%). A nova listagem foi apresentada durante a 11ª edição do Encontro da Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador, o ‘Renastão’, que aconteceu esta semana em Brasília.

A adequação do protocolo às necessidades dos trabalhadores resultou na incorporação de 165 novas patologias que causam danos à integridade física ou mental do trabalhador como a Covid-19, doenças de saúde mental, distúrbios músculo-esqueléticos e outros tipos de cânceres.

Entre as doenças relativas à saúde mental está o burnout, ou síndrome do “esgotamento” profissional. Para o ministério, esse “esgotamento” pode acontecer por fatores psicossociais relacionados à gestão organizacional, ao conteúdo das tarefas e às condições do ambiente corporativo. Foi ampliada também a lista de transtornos mentais. Desde 2017, já se consideravam os problemas com abuso de álcool e estresse grave por conta de circunstâncias referentes ao trabalho.