PUBLICIDADE

mundo

Inglaterra desiste de obrigatoriedade de vacinação para entrada em boates

O ministro da Saúde do Reino Unido, Sajid Javid, disse neste domingo (12) à BBC que a Inglaterra recuou no plano de exigir certificado de vacinação para entrada em boates e locais que reúnam muitas pessoas.

“O que posso dizer é que examinamos isso de forma adequada e, embora devamos manter a medida como uma potencial opção, tenho o prazer de dizer que não iremos adiante com planos para [a obrigatoriedade de] certificados de vacinação”, declarou.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou em julho o plano de reabertura do Reino Unido. Na ocasião, disse que, a partir de setembro, boates e estabelecimentos que recebam grandes públicos só poderiam liberar a entrada de quem tivesse completado o esquema vacinal contra a covid.

À BBC, Javid falou que “nunca gostou” da ideia de obrigar as pessoas a terem o certificado de vacinação, mas que era preciso “analisar adequadamente” a medida.

Cada país do Reino Unido tem independência para decidir sobre a questão. A Escócia vai adotar o certificado de vacinação para entrada em boates e grandes eventos a partir de outubro. Os ministros do País de Gales devem decidir sobre a obrigatoriedade do certificado nesta semana.

PUBLICIDADE