PUBLICIDADE

Gest√£o

Homem é preso após falas racistas na Biblioteca Mário de Andrade, em SP

A Pol√≠cia Civil prendeu um homem de 39 anos acusado de ataques racistas e homof√≥bicos na Biblioteca M√°rio de Andrade, na Rep√ļblica, regi√£o central de S√£o Paulo.¬†A pris√£o de Wilho da Silva Brito foi confirmada pelo governador Rodrigo Garcia (PSDB) no Twitter.

“A Pol√≠cia Civil prendeu o racista Wilho da Silva Brito, que agrediu os usu√°rios e funcion√°rios da Biblioteca M√°rio de Andrade”, disse Garcia. “Denunciem todo e qualquer ato de racismo. Racistas n√£o podem ficar impunes”.

Em v√≠deo que circula nas redes sociais, Wilho discute com funcion√°rios da biblioteca e faz uma s√©rie de afirma√ß√Ķes racistas e homof√≥bicas. Ele estava com os livros “Minha Luta”, de Adolf Hitler, e “Uma breve hist√≥ria do tempo”, de Stephen Hawking.

Eu n√£o gosto de negros, a cultura deles √© uma bosta. Se prestassem, eles n√£o eram discriminados pela sociedade”, afirmou o homem.

Wilho disse, de acordo com o v√≠deo, que estava na biblioteca estudando para melhorar o pa√≠s, que chamou de lixo. “E voc√™s v√™m com papo de macaco, de favela. N√£o sou obrigado a usar droga, ficar chupando rola nas porta (sic) do banheiro p√ļblico, igual muitos faz (sic) aqui”, disse, ainda em dire√ß√£o √†s funcion√°rias.

O homem repetiu falas racistas ao frequentador do espa√ßo que filmou suas agress√Ķes verbais. “Quem gosta de macaco √© o zool√≥gico”, afirmou, ao sentar em uma das cadeiras da biblioteca. Outros frequentadores protestaram contra as falas racistas.
*¬†Wilho da Silva Brito foi preso por racismo (Foto: Globo News/YouTube/Reprodu√ß√£o) / Informa√ß√Ķes – Folhapress