PUBLICIDADE

são paulo

Governo antecipa reclassificação do Plano São Paulo em três semanas

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou para esta sexta-feira (15) nova reclassificação extraordinária do Plano São Paulo, sobre as regras de quarentena para o Estado. A reclassificação estava prevista para acontecer em três semanas, no dia 5 de fevereiro – um mês após a última classificação feita na semana passada (8), em meio à piora dos indicadores epidemiológicos do avanço da covid-19 no Estado.

Segundo o secretário estadual de Saúde, Jean Carlo Gorinchteyn, o Estado vive avanço da doença semelhante ao registrado em agosto do último ano, durante pico de contágio e infecções. Nesta terça-feira (12), o Estado registrou variação semanal – comparativo dos últimos sete dias contra os sete anteriores – positiva de 62,5% em novos casos, de 40,2% em óbitos e 24,0% em internações.

Para o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, os efeitos causados por uma eventual vacinação em massa a partir de janeiro não serão perceptíveis antes de abril.

PUBLICIDADE