PUBLICIDADE

brasil

Fernanda Montenegro afirma que presença de mulheres na Academia Brasileira de Letras “não vai parar”

Aos 92 anos, a atriz e escritora Fernanda Montenegro passou a ocupar a cadeira 17 da Academia Brasileira de Letras (ABL). Em entrevista à revista Claudia, Fernanda lembrou que a academia teve momentos nos quais não havia mulheres presentes.

Fernanda não esteve presencialmente no local, já que, por norma da ABL, candidatos não podem participar da sessão, que teve início às 16h.

“É algo assim, é uma viagem no imaginário, uma viagem no sublime. A minha arte não é imortal. A arte do ator é enquanto ele está ali vivo, presente em carne e osso. Mas, de uma forma poética, vamos dizer que é imortal. Eu fico muito espantada que uma academia que tem como princípio ser imortal, acolher uma atriz que só existe quando está em cena carnificando o personagem”, disse a atriz em entrevista a Malu Gaspar, do Jornal O Globo.

*
PUBLICIDADE