PUBLICIDADE

mundo

Coreia do Sul realiza maiores manobras militares de sua história

Em meio a uma briga crescente com o Japão, a Coreia do Sul encerrou hoje (26) um exercício militar nas ilhas de Dokdo, no Mar do Leste, depois de realizar as maiores manobras de sua história. O exercício de dois dias envolveu todos os três segmentos das forças armadas, bem como o Corpo de Fuzileiros Navais e a Guarda Costeira. Com isso, a Coreia está demonstrando que não pretende recuar em sua disputa histórica com o Japão pelo território.

O n√ļmero de soldados envolvidos foi quase o dobro dos exerc√≠cios anteriores, disseram autoridades.

Conforme a Ag√™ncia Brasil, a Guarda Costeira liderou o segundo e √ļltimo dia do exerc√≠cio, concentrando-se em manobras de campo sob o cen√°rio de infiltra√ß√Ķes de entidades n√£o militares, que seguiram os exerc√≠cios liderados pela Marinha no domingo, projetados para melhor combater as amea√ßas militares estrangeiras.

Para os exerc√≠cios de hoje, nove embarca√ß√Ķes da Guarda Costeira e da Marinha, bem como avi√Ķes de guerra e for√ßas especiais, foram mobilizados. No domingo (25), os militares mobilizaram 10 navios da Marinha, incluindo o destr√≥ier equipado com Aegis de 7.600 toneladas, pela primeira vez, e 10 avi√Ķes de guerra, como os F-15K.

Os exerc√≠cios, que existem desde 1986, geralmente eram realizados em junho e dezembro, mas os exerc√≠cios deste ano foram adiados devido √† aparente preocupa√ß√£o de que eles poderiam agravar excessivamente as tens√Ķes com T√≥quio. O Jap√£o, que fez reivindica√ß√Ķes territoriais a Dokdo, protestou contra os exerc√≠cios.

No in√≠cio do exerc√≠cio, a Coreia do Sul deu a ele um novo nome: “Exerc√≠cio de Prote√ß√£o do Territ√≥rio do Mar do Leste”. A Coreia abandonou o nome anterior: Exerc√≠cios de Defesa do Dokdo. Segundo a marinha coreana, o novo nome visa “consolidar ainda mais a determina√ß√£o” do pa√≠s de proteger e defender a √°rea, incluindo Dokdo.

Os exercícios também ocorreram depois que um avião de guerra russo violou o espaço aéreo coreano acima das ilhas no mês passado.

Protesto

Apresentando queixas, o Jap√£o pediu √† Coreia do Sul que interrompesse os exerc√≠cios, mas Seul negou categoricamente tais pedidos e prometeu responder com firmeza √†s reivindica√ß√Ķes territoriais do Jap√£o em rela√ß√£o a Dokdo.

A Coreia do Sul mantem o controle efetivo dos afloramentos rochosos da costa leste com um pequeno destacamento policial desde 1945. O Japão tem reivindicado persistentemente Dokdo, recebendo forte condenação de Seul.

O exerc√≠cio come√ßou apenas tr√™s dias depois que a Coreia do Sul anunciou sua decis√£o de encerrar o pacto militar de compartilhamento de informa√ß√Ķes com o Jap√£o em resposta √†s restri√ß√Ķes de exporta√ß√£o de tecnologia do Jap√£o para a Coreia do Sul.