PUBLICIDADE

3.0 - NEG√ďCIOS

CEO da Marcopolo é indicado à presidência da Embraer

 - REVISTA MAISJR

(Crédito: Agência Brasil)

 

O empres√°rio Francisco Gomes Neto, presidente da fabricante de carrocerias de √īnibus Marcopolo, foi indicado para assumir o cargo de presidente da Embraer.¬†O nome de Francisco Gomes¬† Neto ser√° confirmado em Assembleia Geral Ordin√°ria (AGO) marcada para o dia 22 deste m√™s.¬†Gomes Neto ir√° suceder Paulo Cesar de Souza e Silva, que atuar√° como conselheiro s√™nior do Conselho de Administra√ß√£o no processo de integra√ß√£o da empresa com a Boeing.

O presidente do Conselho de Administra√ß√£o da Embraer, Alexandre Silva, disse que o empres√°rio tem as compet√™ncias necess√°rias para assumir o cargo. ‚ÄúCom vasta viv√™ncia internacional, focada em empresas do setor industrial, Francisco Gomes tem o perfil para liderar a Embraer nesse momento de transforma√ß√£o da empresa e do setor de aeron√°utica global‚ÄĚ, afirma o presidente do Conselho de Administra√ß√£o.

Segundo a Embraer, Gomes Neto √© formado em Engenharia El√©trica com especializa√ß√£o em Administra√ß√£o de Empresas e MBA em Controladoria e Finan√ßas. Nos √ļltimos tr√™s anos, atuou como CEO do grupo Marcopolo, onde liderou o processo de transforma√ß√£o da companhia, gerando forte crescimento de vendas e valor de mercado de neg√≥cios.

Em nota, a empresa Marcopolo informou Francisco Gomes Neto ocupar√° o cargo at√© o dia 30 de abril. A partir do dia 1¬ļ de maio, James Eduardo Bellini, presidente do Conselho de Administra√ß√£o da Marcopolo S.A., assumir√° interinamente o posto de diretor-geral da companhia. James acumular√° os dois cargos at√© que seja definido um novo executivo.

De acordo com a companhia, James Eduardo Bellini tem longa e importante experiência na gestão da Marcopolo. Ele foi eleito presidente do Conselho de Administração em março de 2018 e atua na companhia desde o início da década de 90 até 2005, inicialmente como representante comercial na Argentina e posteriormente como diretor de mercado internacional, onde teve participação ativa na abertura de vários mercados, como Cuba e América Central, entre outros.