PUBLICIDADE

mundo

Brasileiro morre no 1º dia de trabalho em Mântua, na Itália

O brasileiro Alexandro Tonn Loose, 30 anos, morreu em seu primeiro dia de trabalho. O incidente está sendo investigado pela Procuradoria local e o canteiro da obra foi interditado.

Segundo as informações oficiais, Loose morava em Verona e chegou ao trabalho na via Salandri, no bairro de Pompilio, para trabalhar ao lado de outro funcionário em um canteiro de eficiência energética de um condomínio. A empresa de Verona, responsável pelo serviço, já atuava no local fazendo a renovação da fachada com a instalação do revestimento térmico.

Os dois funcionários subiram em um andaime e, por volta das 9h30 da manhã, Loose se desequilibrou quando estava na altura do terceiro andar, a cerca de seis metros do chão. Ele caiu batendo a cabeça e tendo ferimentos graves.

O companheiro de trabalho tentou prestar socorro e ligou para o serviço de emergência da cidade. Quando os médicos chegaram ao local, o homem já estava em parada cardiorrespiratória e as tentativas de reanimação foram em vão.

A Agência de Tutela da Saúde (ATS) Val Padana começou a investigação no local para verificar as condições de segurança do trabalho e para checar se a empresa contratava os operários de maneira legal.

 “Estamos verificando as questões do seguro e, até agora, parece que ele tinha um contrato de trabalho irregular”, disse o responsável pelo serviço de segurança dos locais de trabalho da ATS, Alberto Righi.

Em entrevista ao portal brasileiro G1, a família contou que Loose tem cidadania italiana e foi para o país europeu há cerca de três meses com a esposa e um filho pequeno. Agora, a família que mora no Espírito Santo está juntando fundos para repatriar o corpo. (ANSA).