3.0 // entretenimento3.2 // games & jogos

Os destaques da Comic Con, que abre hoje em São Paulo

Nesta semana, São Paulo vai ser tomada pela cultura pop por conta da Comic Con Experience 2017, a CCXP. A feira começa nesta quinta-feira (7), vai até domingo (10), e separamos 10 atrações imperdíveis para conferir no evento.

Exploradora de tumbas

O carro-chefe da CCXP são os atores e diretores da cultura pop. E o cardápio de famosos desse ano está bem recheado:

Às 13h30 do domingo (10), a atriz Alicia Vikander, vencedora do Oscar por “Garota Dinamarquesa”, apresenta o novo “Tomb Raider: A Origem”. Esse é um reboot da adaptação dos games “Tomb Raider” para o cinema, que já teve Angelina Jolie no papel da exploradora Lara Croft.

Líder do ranking

No mesmo horário e auditório de “Tomb Raider”, os atores Simon Pegg e Tye Sheridan debatem a adaptação do livro “Jogador Nº 1” para as telonas. O filme é dirigido por Steven Spielberg e mostra um futuro distópico em que a sociedade se refugia no game de realidade virtual Oasis. O jovem Wade Watts (Sheridan) é o protagonista e tenta vencer o jogo, mas para isso precisará fazer alguns sacrifícios.

Entre tiras e orcs

Will Smith vem ao Brasil para divulgar “Bright”, novo filme policial com um toque de fantasia. Na história, humanos e criaturas místicas vivem lado a lado. E Smith, no papel de um policial humano, precisa trabalhar com um orc (aquela mesma raça de monstros que aparece em séries como “Senhor dos Aneis”).

O astro vem ao país acompanhado do ator Joel Edgerton e do diretor de “Bright”, David Ayer. O debate está marcado para domingo (10), às 17h30.

Rei dos labirintos

Na sexta (8), às 16h30, tem o ator Dylan O’Brien falando de “Maze Runner: A Cura Mortal”, próximo longa baseado na série best-seller adolescente. O mesmo painel também trata de “Novos Mutantes”, novo filme do universo dos X-Men que conta a história de cinco jovens mutantes que devem aceitar seus poderes para escapar de uma base secreta na qual estão presos.

Bonde da pantera (e dos zumbis)

Danai Gurira, a Michonne da série “The Walking Dead”, vem à CCXP 2017 sábado (9) e domingo (10) para painéis especiais, debates e sessões de fotos e autógrafos. A atriz também está no filme “Pantera Negra”, que estreia em fevereiro de 2018, ou seja: tem para fãs dos sobreviventes do apocalipse zumbi e dos super-heróis da Marvel também.

Sobrevivendo na selva

A temática “filmes sobre jogos” volta a aparecer no debate sobre “Jumanji: Bem-vindo à Selva”, que tem Dwayne Johnson no papel principal. Mas cabe a Nick Jonas, o caçula dos Jonas Brothers, vir ao Brasil divulgar a produção. O debate está marcado para as 16h de sábado (9).

Guerra dos tronos

O ator Nikolaj Coster-Waldau, o Jamie Lannister de “Game of Thrones”, cancelou sua participação na CCXP 2017 de última hora. Mas em seu lugar vêm duas outras figuras conhecidas dos fãs da série da HBO: Hafthór Júlíus Björnsson, o Montanha, e Dean-Charles Chapman, intérprete de Tommen Baratheon.

Quadrinhos nacionais

Se as filas para os auditórios estiverem muito grandes e quadrinhos também forem uma área de apreciação, uma boa pedida é visitar a Artists Alley, ou beco dos artistas. O espaço reúne ilustradores, roteiristas e outras figuras top de linha das HQs, e é um lugar legal para comprar desenhos originais, conhecer novos artistas e também pegar o autógrafo do seu quadrinista favorito.

O Brasil estará bem representado por dois dos seus maiores nomes na arte. Lourenço Mutarelli é desenhista, roterista e escritor. Escreveu “O Cheiro do Ralo”, que virou filme em 2002 com Selton Mello. E “Diomedes”, uma HQ de humor ácido sobre um detetive particular bem dos picaretas.

Já Rafael Albuquerque ganhou notoriedade ilustrando as páginas de “Vampiro Americano”, com as quais venceu o prêmio Eisner, considerado o Oscar dos quadrinhos. De lá para cá, trabalhou em “Huck”, série de Mark Millar (“Guerra Civil”, “Kick-Ass”), e fez capas para a revista “All-Star Batman”.

Parceiro do Neil Gailman

Já Bill Sienkiewicz ganhou o prêmio Eisner em 2004 depois de ilustrar “Sandman: Noites sem fim”, roteirizada pelo escritor Neil Gailman (“Deuses Americanos”). Sienkiewicz é conhecido pelo estilo expressionista, com obras que misturam mais de um material.

Do Batman ao adolescente

Paul Pope é outro destaque da CCXP 2017. Ele já venceu quatro vezes o Eisner, escreveu “Batman Ano 100”, que é uma releitura famosa do homem-morcego. E também é autor de “Bom de Briga”, uma história original, adolescente, que mostra um jovem Deus amadurecendo e defendendo a humanidade da destruição.

 

Foto: Divulgação

Fonte: G1

 

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista