PUBLICIDADE

brasil

Novo secretário executivo do MEC é militar

O tenente brigadeiro Ricar¬≠do Macha¬≠do Vieira √© o novo secret√°rio-exec¬≠u¬≠ti¬≠vo do Min¬≠ist√©rio da Edu¬≠ca√ß√£o (MEC).   A nomea√ß√£o foi pub¬≠li¬≠ca¬≠da na edi√ß√£o des¬≠ta sex¬≠ta-feira (29) do Di√°rio Ofi¬≠cial da Uni√£o. Ele √© o quar¬≠to nomea¬≠do para o car¬≠go, em menos de tr√™s meses de gest√£o.

Ricar¬≠do era asses¬≠sor espe¬≠cial da presid√™n¬≠cia do Fun¬≠do Nacional de Desen¬≠volvi¬≠men¬≠to da Edu¬≠ca√ß√£o (FNDE) des¬≠de fevereiro de 2019. Ele √© mil¬≠i¬≠tar ‚ÄĒ segun¬≠do seu cur¬≠r√≠cu¬≠lo, √© tenente-brigadeiro e j√° ocupou o pos¬≠to de chefe do Esta¬≠do-Maior da AerE¬≠on¬≠a√ļti¬≠ca (FAB).

 - REVISTA MAISJR

(Cr√©di¬≠to: FAB) 

A ante¬≠ces¬≠so¬≠ra, Iolene Lima, foi dis¬≠pen¬≠sa¬≠da ofi¬≠cial¬≠mente do MEC nes¬≠ta quin¬≠ta-feira (28). For¬≠mal¬≠mente, ela ain¬≠da ocu¬≠pa¬≠va a posi√ß√£o de ‚Äúsub¬≠sti¬≠tu¬≠ta even¬≠tu¬≠al do car¬≠go de Secret√°rio da Edu¬≠ca√ß√£o B√°si¬≠ca‚ÄĚ.  Ela havia sido nomea¬≠da no dia 14 de mar√ßo. Oito dias depois dessa nomea√ß√£o infor¬≠mal, Iolene foi infor¬≠ma¬≠da de que n√£o seguiria mais no min¬≠ist√©rio.

Antes dela, Luis Anto¬≠nio Tozi ocupou o pos¬≠to at√© o dia 12 de mar√ßo, quan¬≠do foi demi¬≠ti¬≠do ap√≥s uma reestru¬≠tu¬≠ra√ß√£o do MEC. Nos √ļlti¬≠mos meses, a pas¬≠ta enfrenta uma s√©rie de pol√™mi¬≠cas. Para min¬≠i¬≠mizar os con¬≠fli¬≠tos da pas¬≠ta,  o pres¬≠i¬≠dente Jair Bol¬≠sonaro se reunir√° hoje (29) com  o min¬≠istro da Edu¬≠ca√ß√£o, Ricar¬≠do V√©lez Rodrigues, no Pal√°¬≠cio do Planal¬≠to.

PUBLICIDADE