PUBLICIDADE

brasil

MP e polícia fazem operação em Niterói contra fraudes na educação

O Min¬≠ist√©rio P√ļbli¬≠co (MPRJ) e a Pol√≠¬≠cia Civ¬≠il do Rio de Janeiro cumprem hoje (25) man¬≠da¬≠dos de bus¬≠ca e apreen¬≠s√£o con¬≠tra sete sus¬≠peitos de fraudes em con¬≠trata√ß√Ķes da Fun¬≠da√ß√£o Munic¬≠i¬≠pal de Edu¬≠ca√ß√£o de Niter√≥i. Tam¬≠b√©m est√£o sendo cumpri¬≠dos man¬≠da¬≠dos con¬≠tra tr√™s empre¬≠sas.

Segun­do o MPRJ, as pes­soas são sus­peitas de come­ter fraudes na com­pra de álcool em gel e sabonete líqui­do, se aprovei­tan­do da situ­ação de emergên­cia decor­rente da pan­demia do novo coro­n­avírus (covid-19).

O val­or da com­pra chegou a R$ 300 mil, de acor­do com o MPRJ. Durante a inves­ti­gação, con­sta­tou-se que hou­ve a aquisição de 10 mil unidades dos pro­du­tos, mas a empre­sa que fornece­ria ess­es itens à fun­dação não real­i­zou qual­quer com­pra de pro­du­tos para fins de reven­da ou de insumos para pro­duzi-los.

Diligên­cia real­iza­da no almoxar­i­fa­do da fun­dação con­sta­tou que ali não havia reg­istro de entra­da de nen­hu­ma mer­cado­ria.

Al√©m dis¬≠so, a mes¬≠ma empre¬≠sa n√£o teria autor¬≠iza¬≠√ß√£o da Ag√™n¬≠cia Nacional de Vig¬≠il√Ęn¬≠cia San¬≠it√°ria (Anvisa) para com¬≠er¬≠cializar √°lcool em gel.

Estão sendo inves­ti­ga­dos ain­da out­ros con­tratos irreg­u­lares entre o municí­pio e pes­soas físi­cas e jurídi­cas apon­tadas no inquéri­to, algo que envolve cer­ca de R$ 1,6 mil­hão.

Fonte: Agên­cia Brasil

PUBLICIDADE