PUBLICIDADE

economia

Milh√Ķes ainda esperam aux√≠lio emergencial, enquanto Governo come√ßa a pagar segunda parcela

H√° mais de um m√™s e meio, Bian¬≠ca Duarte da Sil¬≠va, de 24 anos, espera ansiosa¬≠mente rece¬≠ber o aux√≠lio emer¬≠gen¬≠cial de 600 reais dire¬≠ciona¬≠do √†s fam√≠lias de baixa ren¬≠da para amenizar os efeitos econ√īmi¬≠cos da pan¬≠demia do coro¬≠n¬≠av√≠rus. M√£e de duas cri¬≠an√ßas peque¬≠nas e desem¬≠pre¬≠ga¬≠da des¬≠de o ano pas¬≠sa¬≠do, a jovem se inscreveu no pro¬≠gra¬≠ma assim que ele foi lan√ßa¬≠do, no dia 7 de abril, mas at√© hoje n√£o sabe se algum dia rece¬≠ber√° o bene¬≠f√≠¬≠cio. Nes¬≠ta segun¬≠da-feira, o Gov¬≠er¬≠no come√ßou a lib¬≠er¬≠ar a segun¬≠da parcela do aux√≠lio, mas, na tela do celu¬≠lar de Bian¬≠ca, a men¬≠sagem do aplica¬≠ti¬≠vo da Caixa se repete h√° dias: em an√°lise.

No fim do m√™s de abril, ela chegou a rece¬≠ber um avi¬≠so de que os dados eram incon¬≠clu¬≠sivos e, por isso, teve que se recadas¬≠trar. ‚ÄúMas n√£o explicaram o moti¬≠vo. Eu refiz tudo, mas pelas regras ten¬≠ho dire¬≠ito a esse din¬≠heiro. Ess¬≠es 600 reais est√£o fazen¬≠do fal¬≠ta, ele iri¬≠am aju¬≠dar muito na ali¬≠men¬≠ta√ß√£o das cri¬≠an√ßas e nas con¬≠tas de casa. Hoje, nos¬≠so √ļni¬≠co din¬≠heiro vem do tra¬≠bal¬≠ho do meu mari¬≠do. Como vou achar um emprego no meio da pan¬≠demia?‚ÄĚ, ques¬≠tiona a jovem que atu¬≠a¬≠va antes como pro¬≠mo¬≠to¬≠ra de ven¬≠das. Nas redes soci¬≠ais, se mul¬≠ti¬≠pli¬≠cam recla¬≠ma√ß√Ķes de pes¬≠soas que alegam estar des¬≠de abril em proces¬≠so de an√°lise. Muito pub¬≠li¬≠cam memes com bolos para comem¬≠o¬≠rar o ‚Äúm√™sver¬≠s√°rio‚ÄĚ da espera. Segun¬≠do a Caixa, as raz√Ķes para que os dados sejam incon¬≠clu¬≠sivos s√£o v√°rios: n√£o inserir a infor¬≠ma√ß√£o de sexo, colo¬≠car algum dado equiv¬≠o¬≠ca¬≠do de um mem¬≠bro da fam√≠lia, como CPF e data de nasci¬≠men¬≠to, entre out¬≠ros.
Hoje é o primeiro mêsver­sário do meu pedi­do de auxílio emer­gen­cial. Solicitei dia 7 de abril, refiz o cadas­tro dia 23, con­forme foi pedi­do, e con­tin­uo em análise.
Ver imagem no Twitter
Neste fim de sem¬≠ana, no entan¬≠to, a not√≠¬≠cia de que duas par¬≠entes rece¬≠ber¬≠am uma respos¬≠ta pos¬≠i¬≠ti¬≠va da Caixa, ap√≥s sem¬≠anas de espera, rea¬≠v¬≠ivou um pouco as esper¬≠an√ßas de Bian¬≠ca. ‚ÄúElas estavam na mes¬≠ma situ¬≠a√ß√£o min¬≠ha, quem sabe eu n√£o sou a pr√≥x¬≠i¬≠ma?‚ÄĚ. Na √ļlti¬≠ma sex¬≠ta-feira (15), um grupo de 8,3 mil¬≠h√Ķes de pes¬≠soas que estavam com pedi¬≠dos repre¬≠sa¬≠dos nos sis¬≠temas do Gov¬≠er¬≠no rece¬≠ber¬≠am o aval pos¬≠i¬≠ti¬≠vo para os paga¬≠men¬≠tos, que come√ßar√£o a ser disponi¬≠bi¬≠liza¬≠dos na ter√ßa-feira. Para esse grupo, a segun¬≠da parcela ser√° paga 30 dias ap√≥s o rece¬≠bi¬≠men¬≠to da primeira.

Bianca com o marido e os dois filhos.¬© Arqui¬≠vo Pes¬≠soal Bian¬≠ca com o mari¬≠do e os dois fil¬≠hos.

Segun¬≠do o pres¬≠i¬≠dente da Dat¬≠aprev ‚Äē respon¬≠s√°v¬≠el por proces¬≠sar cadas¬≠tros e iden¬≠ti¬≠ficar quem tem dire¬≠ito ao aux√≠lio ‚Äē , Gus¬≠ta¬≠vo Canu¬≠to, a demo¬≠ra para lib¬≠er¬≠ar os bene¬≠f√≠¬≠cios se deu pelo fato da estatal de tec¬≠nolo¬≠gia ter de checar os pedi¬≠dos em 17 bases de dados do Gov¬≠er¬≠no, que incluem Recei¬≠ta Fed¬≠er¬≠al, Sec¬≠re¬≠taria de Tra¬≠bal¬≠ho do Min¬≠ist√©rio da Econo¬≠mia e Poder Judi¬≠ci√°rio. Canu¬≠to afir¬≠mou que a lib¬≠er¬≠a√ß√£o do aux√≠lio para 8,3 mil¬≠h√Ķes de brasileiros resul¬≠tou do proces¬≠sa¬≠men¬≠to de 14,6 mil¬≠h√Ķes de pedi¬≠dos nos √ļlti¬≠mos dias. A difer¬≠en√ßa de 6,3 mil¬≠h√Ķes cor¬≠re¬≠sponde ao total de brasileiros que tiver¬≠am o bene¬≠f√≠¬≠cio nega¬≠do ou con¬≠sid¬≠er¬≠a¬≠do incon¬≠clu¬≠si¬≠vo (com neces¬≠si¬≠dade de cor¬≠re√ß√£o de infor¬≠ma√ß√Ķes).

Enquan¬≠to mil¬≠h√Ķes de pes¬≠soas ain¬≠da aguardam pela checagem de dados, 73.242 mil¬≠itares das For√ßas Armadas rece¬≠ber¬≠am inde¬≠v¬≠i¬≠da¬≠mente o aux√≠lio. De acor¬≠do com o Min¬≠ist√©rio da Defe¬≠sa, 43,9 mil¬≠h√Ķes de reais foram dis¬≠tribu√≠¬≠dos a mil¬≠itares da ati¬≠va, da reser¬≠va, pen¬≠sion¬≠istas e anis¬≠ti¬≠a¬≠dos. A pas¬≠ta infor¬≠mou ain¬≠da que anal¬≠is¬≠ar√° caso a caso para ver quem rece¬≠beu de for¬≠ma inde¬≠v¬≠i¬≠da.

Para con¬≠tornar essa e out¬≠ras irreg¬≠u¬≠lar¬≠i¬≠dades, o Gov¬≠er¬≠no lan√ßou nes¬≠ta segun¬≠da-feira, um site para facil¬≠i¬≠tar a devolu√ß√£o do aux√≠lio para quem rece¬≠beu o din¬≠heiro, mas n√£o tin¬≠ha dire¬≠ito ao bene¬≠f√≠¬≠cio. Quem quis¬≠er devolver o din¬≠heiro dev¬≠er√° aces¬≠sar o site devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br e inserir o CPF cadastra¬≠do no aux√≠lio. O sis¬≠tema vai ger¬≠ar uma Guia de Recol¬≠hi¬≠men¬≠to da Uni√£o (GRU), que poder√° ser paga no Ban¬≠co do Brasil.

Aux√≠lio chega a 60 milh√Ķes, o triplo do estimado

O aux√≠lio emer¬≠gen¬≠cial pago aos tra¬≠bal¬≠hadores infor¬≠mais j√° foi lib¬≠er¬≠a¬≠do para quase 60 mil¬≠h√Ķes de ben¬≠efi¬≠ci√°rios, segun¬≠do infor¬≠mou nes¬≠ta segun¬≠da-feira o pres¬≠i¬≠dente da Caixa, Pedro Guimar√£es. O n√ļmero √© quase o trip¬≠lo da pro¬≠je√ß√£o ini¬≠cial do Gov¬≠er¬≠no, que esti¬≠ma¬≠va cer¬≠ca de 20 mil¬≠h√Ķes de pes¬≠soas eleg√≠veis a aju¬≠da. Como o cadas¬≠tra¬≠men¬≠to para o pro¬≠gra¬≠ma seguir√° aber¬≠to at√© jul¬≠ho, a tend√™n¬≠cia √© que o n√ļmero de ben¬≠efi¬≠ci√°rios do aux√≠lio aumente ain¬≠da mais. O Gov¬≠er¬≠no inclu¬≠sive j√° cal¬≠cu¬≠la que o pro¬≠gra¬≠ma pos¬≠sa chegar a alcan√ßar 70 mil¬≠h√Ķes de pes¬≠soas.

Dos 112,5 mil¬≠h√Ķes de pedi¬≠dos de aux√≠lio emer¬≠gen¬≠cial real¬≠iza¬≠dos des¬≠de o in√≠¬≠cio do pro¬≠gra¬≠ma em abril, 36,8 mil¬≠h√Ķes foram con¬≠sid¬≠er¬≠a¬≠dos ineleg√≠veis, sendo rejeita¬≠dos pelo Gov¬≠er¬≠no. Algu¬≠mas pes¬≠soas afir¬≠mam, no entan¬≠to, que tiver¬≠am o pedi¬≠do nega¬≠do mes¬≠mo se enquad¬≠ran¬≠do nos crit√©rios exigi¬≠dos para con¬≠seguir o bene¬≠f√≠¬≠cio. Uma das queixas comuns √© da pes¬≠soa estar desem¬≠pre¬≠ga¬≠da, mas a Dat¬≠aprev infor¬≠mar que o pedi¬≠do n√£o foi aceito porque ela pos¬≠sui um emprego for¬≠mal, o que seria um erro de atu¬≠al¬≠iza¬≠√ß√£o, j√° que uma das bases de dados uti¬≠liza¬≠da √© o Cadas¬≠tro Ger¬≠al de Empre¬≠ga¬≠dos e Desem¬≠pre¬≠ga¬≠dos (Caged), que n√£o √© atu¬≠al¬≠iza¬≠do des¬≠de janeiro.

Quem tem direito ao auxílio?

Al√©m dos desem¬≠pre¬≠ga¬≠dos e tra¬≠bal¬≠hadores infor¬≠mais, t√™m ao paga¬≠men¬≠to aque¬≠les que ten¬≠ham con¬≠tra¬≠to inter¬≠mi¬≠tente ina¬≠ti¬≠vo, aut√īnomos e microem¬≠preende¬≠dores indi¬≠vid¬≠u¬≠ais (MEI). Para ter dire¬≠ito ao aux√≠lio √© necess√°rio ser maior de idade, ter ren¬≠da famil¬≠iar men¬≠sal infe¬≠ri¬≠or a meio sal√°rio m√≠n¬≠i¬≠mo per capi¬≠ta ou tr√™s sal√°rios m√≠n¬≠i¬≠mos no total. Para rece¬≠ber os 600 reais, o tra¬≠bal¬≠hador n√£o pode ter aposen¬≠ta¬≠do¬≠ria, seguro-desem¬≠prego ou ser ben¬≠efi¬≠ci√°rio de out¬≠ra aju¬≠da do Gov¬≠er¬≠no. Tam¬≠b√©m n√£o pode faz¬≠er parte de pro¬≠gra¬≠ma de trans¬≠fer¬≠√™n¬≠cia de ren¬≠da, com exce√ß√£o do Bol¬≠sa Fam√≠lia. Est√° exclu√≠¬≠do ain¬≠da o tra¬≠bal¬≠hador que ten¬≠ha rece¬≠bido rendi¬≠men¬≠tos trib¬≠ut√°veis aci¬≠ma de 28.559,70 reais em 2018.

Fonte: El País / reportagem: Heloísa Men­donça

PUBLICIDADE