3.0 // entretenimento3.5 // música

Ingressos para show de banda de Heavy Metal, em São Paulo, continuam à venda

A banda portuguesa Moonspell, um dos grupos mais cultuados e respeitados do atual cenário do heavy metal mundial, volta a se encontrar com o fanático público de São Paulo, três anos após brilhante apresentação na capital paulista e no ROCK IN RIO 2015.

O grupo formado por Fernando Ribeiro (vocalista), Ricardo Amorim (guitarra), Pedro Paixão (guitarra), Aires Pereira (baixo) e Mike Gaspar (bateria) promete mais um show histórico, no próximo dia 26 de abril, no palco do Carioca Club.

Ainda há ingressos à venda pelo site do Clube do Ingresso (http://www.clubedoingresso.com/moonspell-sp) e pontos autorizados em Barueri, Carapicuíba, Jandira, Osasco, Santo André, São Caetano do Sul, São José do Rio Preto, Curitiba e Rio de Janeiro (http://www.clubedoingresso.com/ondecomprar). Mais informações no serviço abaixo.

O novo show celebra 26 anos de sucesso com importantes clássicos da sua gloriosa carreira como “Night Eternal”, “Opium”, “Awake”, “Vampiria”, “Alma Mater”, “Everything Invaded”, “Full Moon Madness”, além das principais composições do magnifico novo álbum “1755” (Napalm Records).

Com o prestigio de sempre estar realizando longas turnês e participar dos principais festivais da Europa, o Moonspell apresenta o explosivo novo álbum “1755”, uma intensa dramaturgia conceitual, inteiramente cantada em português e criada para retratar o terremoto que devastou Lisboa, que aliado a incêndios e tsunami, praticamente destruiu a capital portuguesa e seus arredores.

O disco, produzido por Tue Madsen (Meshuggah, The Haunted, Dark Tranquility, Dir En Grey, Die Apokalyptischen Reiter) também apresenta Paulo Bragança, fazendo os vocais sobrenaturais como um anjo caído saindo de um Fado, algo muito frequente na cultura portuguesa. Seus vocais fascinantes são apresentados em “In Tremor Dei” (“Fear Of God”). O repertório também inclui uma versão dark para a clássica “Lanterna dos Afogados” do Paralamas do Sucesso.

“1755” traz 10 faixas potentes, que de longe lembrarão trabalhos anteriores como o debut “Under The Moonspell” ou “Alpha Noir”, mas que apresentam, sobretudo, um Moonspell como nunca se ouviu antes, com o fogo de seu idioma nativo e 900 anos de história para revelar.

“1755” é um disco de raiz Metal, com riffs vibrantes, orquestrações épicas e vozes e letras que testemunham a agonia daquele dia. A banda preocupou-se também em recriar a época, existindo uma fusão com elementos percussivos e melódicos que remete para os fins do século e para a atmosfera que se vivia na capital portuguesa na altura.

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista