EmpreendedorismoMercado

Empresas se transformam em fintechs para diversificar negócios

 - REVISTA MAISJR

O mundo das fintechs atrai cada vez mais clientes, e esse sucesso tem despertado a atenção até mesmo de empresas que não tinham meios de pagamento como principal negócio de sua operação.

De acordo com um levantamento do Citibank, de 2010 a 2015, houve um crescimento de mais de 70% de investimento global destinado às fintechs. No Brasil, essas empresas devem gerar US$ 24 bilhões na próxima década, segundo o Goldman Sachs.

Uma empresa que resolveu explorar esse mercado ascendente e está obtendo excelentes resultados foi a Linx,  especializada em tecnologia de varejo.  Aproveitando os conhecimentos e dados já existentes, a provedora decidiu oferecer também soluções financeiras. O primeiro passo nesse sentido foi com o lançamento de uma nova unidade de negócios chamada ‘Linx Pay Hub’, ano passado.

Com a entrada no segmento de meios de pagamentos, a empresa conquistou um mercado que  antes não fazia parte de seu dia a dia: microempreendedores, pequenas e médias empresas. “O movimento foi tão significativo que resultou em uma valorização instantânea de 40% nas ações da empresa, o que mostra a confiança dos investidores no sucesso das novas tecnologias”, ”explica Denis Piovezan, diretor executivo da Linx Pay Hub.

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista