brasilpolítica

Em live, Bolsonaro nega ter tratado de cargos para articular aprovação da reforma

 

 - REVISTA MAISJR

(Crédito: Agência Brasil)

 

O presidente Jair Bolsonaro, que esteve reunido com presidentes e líderes de seis partidos para discutir a proposta da Nova Previdência, disse ontem à noite (4) em vídeo ao vivo em rede social que, ao contrário do que foi propagado por parte da mídia, não tratou, em nenhum momento de cargos. “O Brasil está acima dos nossos interesses, quem falou isso caiu do cavalo”, declarou.

O presidente também rebateu a informação de que teria gravado as conversas com os líderes. “Isso não existe. Jamais darei oportunidade para quebrar a confiança com os parlamentares. Eu acredito que o parlamento brasileiro vai fazer sua parte, não só na questão da reforma da previdência, como nas demais propostas que tramitam na Câmara”, disse.

Durante a transmissão, o presidente também afirmou que irá anunciar, na próxima semana, a criação do 13º salário para o Bolsa Família. “Lá atrás, o PT negou no Senado o projeto que tratava desse assunto. Então, resolvemos por aqui, pelo Executivo, tratar dele”, disse o presidente, detalhando que os recursos virão do combate às fraudes no programa.

O presidente também disse que seu governo cumpriu 95% das metas estipuladas para os primeiros cem dias e que irá se empenhar para alcançar os 5% restantes.

 

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista