3.8 // esporte

A última rodada do Brasileirão 2016

A última rodada do Campeonato Brasileiro 2016, mesmo com muita coisa já definida, ainda traria uma pitada de emoção. Na parte de cima da tabela, os três primeiros colocados que garantem vaga direta para fase de grupos da Libertadores já estavam definidos: Palmeiras, incontestável campeão; Flamengo e Santos ainda brigavam pela vice-liderança.

Como não conseguiu sair do 0x0 fora de casa contra o Atlético-PR, o time carioca perdeu o vice-campeonato para o Santos, que fez a lição de casa vencendo o lanterna América-MG em casa por 1×0.

Quem ficasse entre o quarto e o sexto lugar, conseguiria um lugar na chamada Pré-Libertadores, fase que antecede a fase de grupos. Nesse caso, o único que tinha sua vaga garantida era o Altlético-MG. Atlético-PR, Botafogo e Corinthians ainda brigavam por duas vagas na competição mais importante do continente.

Pior para o Timão que, após perder de virada para o Cruzeiro por 3×2, perdeu também a chance de disputar mais uma Libertadores da América.

Ainda sobre as vagas da Libertadores, Grêmio e Chapecoense também já estavam garantidos na fase de grupos da competição. O primeiro por ter ganhando a Copa do Brasil e, o segundo, por ter sido consagrado como campeão da Copa Sul-Americana.

Devido ao acidente aéreo que matou 71 pessoas na Colômbia, Chapecoense e Atlético-MG não jogariam na última rodada. O STJD já havia confirmado que as duas equipes não sofreriam penas por W.O.

Dos quatro candidatos ao rebaixamento, três já estavam definidos. América-MG, Santa Cruz e Figueirense entraram em campo apenas para cumprir tabela. A outra temida vaga seria “disputada” por outros três clubes: Vitória, Sport e Internacional. Falando nisso, o time Colorado levou a pior. O Inter não dependia apenas de si. Além de vencer seu jogo, precisava contar com um empate entre Sport x Figueirense ou torcer para o atual campeão vencer o Vitória e ainda tirar uma diferença de 5 gols de saldo do time baiano. Mas, após empatar com o Fluminense, o time foi rebaixado pela primeira vez em sua história.

Os times que conseguem ficar entre o sétimo e décimo quarto lugar se classificam para a Copa Sul-Americana. Disputando essa vaga, Sport e Vitória poderiam tirar o lugar de Coritiba e Cruzeiro. E o Sport conseguiu! Vencendo o já rebaixado Figueirense por 2×0, além de fugir da Série-B, conseguiu classificação para o torneio continental. Já o Coritiba, que perdeu para a Ponte Preta também por 2×0, ficou em 15º lugar e, junto com o Vitória, ficou na “zona morta” do campeonato.

Resultados da 38ª rodada:

  • Vitória 1 x 2 Palmeiras
  • Fluminense 1 x 1 Internacional
  • São Paulo 5 x 0 Santa Cruz
  • Santos 1 x 0 América-MG
  • Cruzeiro 3 x 2 Corinthians
  • Grêmio 0 x 1 Botafogo
  • Atlético-PR 0 x 0 Flamengo
  • Chapecoense x Atlético-MG
  • Ponte Preta 2 x 0 Coritiba
  • Sport 2 x 0 Figueirense

Com a primeira queda do Internacional para a Série B, apenas 4 times campeões brasileiros ainda não foram rebaixados: São Paulo, Cruzeiro, Flamengo e Santos.

Outra curiosidade que marcou o campeonato foi a artilharia. Com apenas 14 gols, Fred, do Atlético-MG, Diego Souza, do Sport, e William Pottker, da Ponte Preta, tornaram-se os goleadores mais econômicos da competição em 25 anos de disputa. Desde 1990 o campeonato não tinha um artilheiro com tão poucos gols.

Com o final da competição, os times que conseguiram algo de bom (e de ruim) foram:

A seguir, um gráfico que mostra em que posição seu time esteve a cada rodada do Brasileirão 2016:

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista